17/12/2010

O CRISTO DO AMOR DIVINO

/>



A todo instante
Nasce Jesus no coração de cada ser,
No lado direito do peito.

Ele é a luz,
A Consciência absoluta que vem à tona.
Ele é a verdadeira vida,
A Força Suprema que se reflete
Em todos os seres do universo.

Ele é o Supremo Ser,
Que com sua força infinita
Vem iluminar o mundo
Nesta época de inconsciência espiritual,
Para que todos recobrem a consciência do divino,
Para que todos possam integrar-se
Na vida do Cristo de todos os tempos,
Na Luz infinita da Verdade Suprema,
Na força absoluta do Ser,
Na força de todos os Mestres.

Ele é o Cristo dos oprimidos,
Dos que têm fome e sede de justiça,
Dos que sofrem perseguições,
Dos esgotados pelos ciclos de sofrimentos.
O Cristo dos mansos de coração,
O Cristo dos sábios e dos ignorantes,
O Cristo dos conscientes e dos inconscientes.

Ele é o Cristo das esperanças,
O Cristo dos simples,
Dos justos,
Dos compassivos,
Dos limpos de coração.
O Cristo dos pacificadores,
O Cristo da justiça divina.

Ele é o Cristo das crianças,
Da felicidade perfeita,
Do amor divino,
Dos Maha Devas.
O Cristo que nasce na estrebaria,
O Cristo da humilde carpintaria,
O Cristo de José e de Maria.

Ele é o Cristo das semeaduras e das colheitas,
O Cristo do Reino Supremo,
Do caminho direto,
Da intuição pura.
O Cristo da meditação iniciática,
Da devoção que enternece,
Do pão que nutri e sacia.

Ele é o Cristo dos que resplandecem como o Sol,
O Cristo dos apóstolos,
Das bem-aventuranças.
O Cristo dos pescadores,
Do mar profundo,
O Cristo das ovelhas
E dos pastores.

Ele é o Cristo de João Batista,
De São Francisco.
O Cristo vivo de Simão Pedro,
O Cristo da Comunidade Perfeita.
O Cristo Cósmico,
Dos Maha Yogues,
O Cristo da Luz, do Caminho, da Verdade Suprema.







Fonte: Ser
Sri Maha Krishna Swami

27/11/2010

O FALSO AMOR



A maioria dos homens vivem
Entre a incoerência
E a perdição,
Cansados de existirem,
Presos pelo instinto
Das más qualidades.

Afundaram-se
Nas últimas indecências,
No fogo da paixão a redimir.
E o karma dos ciclos mal vividos
Forma-se igual ao bolor.

De seus olhos
Todo mal é refletido
Entranhando-se vagarosamente
No sofrimento a resgatar.

O falso amor
Preenche-se de mal
E espalha seus subfrutos
Pelo mundo.





Fonte: Maha Gita purusham do Bem-aventurado
Sri Maha Krishna Swami

13/11/2010

DESTINOS

Os homens seguem
Nos caminhos
Da Terra.

A Terra segue
No caminho ilusório
Da manifestação.

E o Ser Supremo
Segue na sua
Eternidade.




Maha Gita Purusham do Bem-aventurado
Sri Maha Krishna Swami

05/11/2010

UPADESA





A Verdade sempre está revelada em todos os lugares. Quando ela provém de fonte segura, que serve para orientar os seres humanos, nada se perde. Sempre vem alguém e, de uma maneira ou outra, revela-a aos homens. Assim como Jesus Cristo traz a força do amor supremo, do qual os homens da Terra têm enorme carência, pois pouco têm entendido a respeito dele, Bhagavan Sri Ramana traz a Upadessa. Essa força age silenciosamente e por isso nenhum homem pode profaná-la. Ela é a voz sem som que fala no íntimo de cada um de nós durante a manifestação. Quando estivermos desmanifestados, poderemos estar plenamente conscientes do Ser Supremo e, portanto, totalmente integrados na Upadesa. Ela é a intuição pura, o elo entre o corpo denso e o Ser Supremo, a causa de toda vida, de toda existência. A vida, a morte, não afetam essa intuição pura, essa força que age silenciosamente.

Upadesa é a instrução silenciosa que cada pessoa começa a receber ao ser iniciada no caminho direto da Verdade Suprema. Sua vibração pode ser sentida por aquele que sinceramente medita. Ela é a virtude mais amorosa do Ser Supremo. É sutil e ensina por um processo silencioso. Bhagavan Sri Ramana trouxe a Upadesa porque considerava que os homens da Terra já estavam preparados para ouvir a intuição pura, e é pela intuição pura que a Upadesa acontece. Cada um deve harmonizar todos os seus veículos de conscientização espiritual através da meditação e da devoção para poder sintonizar-se com a força da Upadesa, caso contrário ela continuará bloqueada e não poderá agir.

Os mantras que Bhagavan Sri Ramana deixou, a própria presença dele, são os desencantadores da mente pensante, do ego profano e dos sentidos. Perante essas forças, as expressões grotescas da ignorância não sobrevivem. Aquele que tem a oportunidade de ser tocado pela Upadesa de Bhagavan Sri Ramana nunca mais se esquecerá do caminho espiritual. Cada vez que essa pessoa medita, que devociona, é tocada por essa força.







Fonte: O Consolador
Sri Maha Krishna Swami

31/10/2010

TERÃO QUE AGIR

Não se deve cultivar desejos,
Pois quem o faz
Despreza a vida
No seu sentido verdadeiro.
Onde reina a impiedade
O homem se corrompe,
E onde o homem está corrompido
Desaparece a pureza.
A consequência de tal corrupção
É a inconsciência da
Essência Divina.

Os homens estão presos
A este mundo
Porque agem com o fim
De obter recompensas.
Estão apegados
Aos objetos dos desejos
E por isso cansam-se
Na escravidão dos sentidos.
Para se libertarem
Terão que agir movidos
Pelo amor supremo.




Maha Gita purusham do Bem-aventurado
Sri Maha Krishna Swami

22/10/2010

PALAVRAS DE SABEDORIA

Uma palavra dita com ira é a espada mais aguda; a cobiça é o veneno mais mortal que existe; a paixão é o fogo mais violento; a ignorância é a noite mais escura. Se um homem procura as faltas dos outros e está sempre disposto a ofender-se, suas paixões crescerão e ele está longe da destruição dos sofrimentos. Quem adota para si a Lei Suprema é justo, e não o é aquele que apenas suplica.





Fonte: Palavras de Sabedoria
Sri Maha Krishna Swami

13/10/2010

ATRIBUTOS DO EGO





O Corpo, os sentidos, a mente pensante, a personalidade, todos os objetos dos sentidos de prazer e dor são atributos do ego. Aquele que se identifica com o corpo, pensando que o efêmero é real, fica preso pelo poder dos sentidos, porque é na falta de discernimento que se origina a ilusão.

No esforço para atingir a consciência do Ser Real, o homem deve rejeitar a ilusão do corpo, que é apenas um instrumento de evolução. É preciso abandonar, portanto, a atribuição do ego a essa forma de carne, porque o ego é apenas um pensamento. É necessário despojar-se da auto-identificação com a raça, clã, nome, forma e posição social que estão ligados à decadente investidura física.

O corpo é formado de alimentos, existe pelo alimento, vive pelo alimento, perece sem o alimento, é composto por água, sangue, ossos e pele. É estranho que, alguém, mesmo sabendo que seu corpo lhe pertence, pois é apenas um veículo de evolução, age como se fosse escravo dele. O Ser Supremo é a Consciência Suprema, o corpo é limitado. O Ser é o Iluminador Supremo, o corpo é opaco e denso. O Ser é eterno, o corpo é transitório, porque em sua essência é inexistente.

Quem se ocupa somente em alimentar o corpo, esquecido de que este é apenas um instrumento de evolução, não se esforça para libertar-se da ignorância. A fascinação pelo corpo e seus poderes constitui o maior perigo para quem procura a libertação. Somente aquele que é livre dessa fascinação será digno de percorrer o caminho da libertação.

O ignorante pensa no corpo como:"Isto sou eu". Mas aquele que possui discernimento sabe que o Ser Supremo é de outra natureza, transcendental em essência, e afirma:"Eu sou o Eterno".





Fonte: O Caminho Da Não Dualidade
Sri Maha Krishna Swami

25/09/2010

KRISHNAYA NAMA-OM




O Ser Supremo é a consciência essencial de todos os seres; é o princípio, o meio e o fim de toda a Criação. Entre os sábios, ele é a sabedoria; entre os iluminados, é a Luz. Entre os bons, a bondade; na música das esferas, a harmonia.

O Ser Supremo é todo penetrante. Tudo emana dele. Sua presença destrói o mal e a injustiça e restabelece as virtudes espirituais. Quem se torna consciente de sua essência liberta-se dos ciclos de nascimentos e mortes e se livra do medo, ódio, ira e paixão. Quem com firmeza medita, é purificado pelo amor e sabedoria.

Ele é o criador imanifestado, sem mutação e qualidades. O Ser, em sua essência, é livre dos efeitos das ações e não tem desejo algum de obter recompensas, pois essas coisas são produzidas por seu poder e não têm influência sobre ele. O Ser Supremo é o princípio que faz com que os seres nasçam, se movam e ajam. É o princípio universal da vida manifestada nas leis naturais do universo. Ele se refugia em cada partícula da manifestação, mas somente podem ser conscientes dele aqueles que, submissos à Vontade Suprema, desapegam-se de tudo o que não é divino.





Fonte: Verdade Suprema
Sri Maha Krishna Swami

11/09/2010

CAMINHOS INÚTEIS




Os homens não necessitam de relgiões e seitas para serem felizes, para viverem em paz. Pelo contrário, as virtudes divinas são encontradas longe dos profanadores que guiam seus adeptos pela influência de superstições, medos religiosos ou ameaças espirituais. As virtudes divinas são desenvolvidas naqueles que praticam os reis ensinamentos dos Sagrados Mestres. Eles ensinam que somos divinos em essência e que não adianta procurar o Ser Supremo fora de nós. Somos um com ele. Muitos afirmam que temos alma, que temos um espírito, que temos um eu superior, que iremos para algum lugar do céu ou do inferno a pós a morte física. Tudo isso é profanação dos verdadeiros ensinamentos. Essa é uma má informação, totalmente inútil e perigosa porque coloca os homens em grande confusão sobre a Verdade Suprema.

As religiões e seitas não trazem nenhuma renovação positiva ao mundo. estão cada vez menos interessadas nos ensinamentos espirituais e tentam compreender a veracidade de Jesus, o Cristo, através de provas científicas e não dão aos seus adeptos e esclarecimento espiritual. Por isso são como águas paradas, infestadas de podridão. Estão totalmente superadas, pois nada fazem para ajudar a aliviar o jugo daqueles que humildemente procuram sua ajuda.

As religiões e seitas são inúteis quando se fala em conscientização espiritual. Elas induzem à crença no divino, porém apenas acreditar não traz solução para a humanidade. É preciso que cada um procure o divino em si mesmo através de técnicas iniciáticas ensinadas por quem está preparado para guiar as pessoas por esse caminho direto. As religiões só seriam úteis se os seus seguidores se conscientizassem da Verdade, em sua total essência, se aprendessem a sentir-se um com o Divino Ser e jamais o considerassem como algo separado, se buscassem a unidade com o Cristo Universal.





Fonte: O Consoldor
Sri Maha Krishna Swami

27/08/2010

AUTO-ENGANAR-SE



O Ser Supremo que somos
Não chega a ser sentido
Pela maioria
Dos homens na Terra
Porque eles se encontram
Subjugados e entorpecidos
Por bebidas delirantes,
Vícios imundos,
Posses materiais,
Afazeres pessoais,
Vaidades, egoísmos,
Doutrinas, sectarismos
E ideologias estranhas
À Verdade Suprema.

Embora tudo isso os torne
Inconscientes do divino,
Limitando-os
E fazendo-os sofrer,
Os homens lutam ferozmente
Em defesa do erro.
Isso é auto-enganar-se.





Fonte:Maha Gita purusham do Bem-aventurado.
Sri Maha Krishna Swami

22/08/2010

DOAR-SE





Aquele que doar sua vida
Ajudando a seus semelhantes
Encontrá-la-á
No sol da manhã
No canto dos pássaros,
Nas flores dos campos,
Nas estrelas do céu.

E poderá,
Com a ajuda dos Mestres
Da Grande União,
Ver o bem
Que há em tudo
E se abster
De tudo aquilo
Que conduz ao efêmero,
À vaidade, à impureza,
Ao apego ao poder terrestre
E aos prazeres
Do ego profano.

Estará ao lado
De todos aqueles
Que querem conscientizar-se
Do divino.
Dará orientações
Sinceras e impessoais
A todos os que
Procuram ajuda
E solicitará
Que a paz chegue
Aos que sofrem as dores
Das ações negativas.

Realizará a sublime
Missão espiritual
Em nome
Da Verdade Suprema
E de todos os Mestres
Que são um com ela.
Lembrar-se-á
De que é o Ser Supremo
E conscientizar-se-á dele,
Sentindo-o refletido
No lado direito do peito.









Fonte: Maha Gita purusham do Bem-aventurado
Sri Maha Krishna Swami.

14/08/2010

PALAVRAS DE SABEDORIA





Aquele que vigia o que sua boca diz guarda-se de toda maldade. Mas quem muito abre seus lábios sem controle tem pertubação. A boa conduta é uma das causas da felicidade, pois ela facilita a prática da caridade, da pureza moral e nos prepara para servir junto aos Mestres no grande dever para com nossos semelhantes. Aprenda com os pássaros: considere seus cantos como mensagens do Ser Divino e absorva a sua felicidade. A simplicidade é a nota-chave da devoção dos pássaros. Portanto, escolha coisas simples e seja simples.





Sri Maha Krishna Swami

07/08/2010

A COMUNIDADE DOS ESCOLHIDOS





As coisas são como elas devem ser e como sempre foram em todo Universo, e o que as humanidades do futuro farão é abrirem totalmente à harmonia macrocósmica que rege o Universo inteiro. Colocarão as Leis Universais em prática e assim, ao invés de haver ao mesmo tempo muitas pessoas pensando diferentemente em como dirigir o planeta, existirá uma Verdade Única agindo de maneira uniforme. Ela não será a melhor dentre várias outras, mas a única existente de acordo com as leis supremas, pois é um reflexo do funcionamento do sistema universal.

As raças e comunidades passarão por ciclos de evolução sem sofrimentos, aprendendo simplesmente através da intuição pura, total, absoluta e infinita, sem a necessidade de angústias, de tropeços ou de esforços descomunais para a aprendizagem espiritual.

Trabalharão cada vez mais em direção à Verdade Suprema. Agirão da maneira como o divino age. Uma humanidade conscientizada do divino tem como princípio a harmonia universal e é assim que funciona todo o sistema planetário, movendo-se sempre num ritmo harmonioso.

A essas humanidades futuras será desnecessário qualquer tipo de repressão ou sofrimento. Viverão em constante harmonia, em constante devoção e tudo o que fizerem será sem apego, sem ego, participando sempre da sublime manifestação como meio de conscientização espiritual

Os homens, quando atingirem determinada idade, continuarão com suas experiências no planeta Terra ou simplesmente poderão desencarnar e, de acordo com suas opções, escolherão um lar onde irão renascer e as pessoas com quem irão conviver, informando-lhes previamente suas qualidades e deficiências. Dessa forma, as pessoas do novo lar poderão determinar o tipo de orientação que darão àqueles seres para que eles, gradativamente, suprimam todos os defeitos, ressaltando suas qualidades e desenvolvendo positivamente seu potencial.

Na infância, eles já terão um alto grau de consciência e responsabilidade. Suas mentalidades serão superiores se comparadas com as dos homens do milênio atual. Desde crianças sairão do convívio familiar para formarem colônias e comunidades próprias. Viajarão pelo planeta todo, passando por várias experiências de aprendizado espiritual, de convivência, de relacionamento e de amadurecimento. Aprenderão a doação sem egoísmo e não terão laços doentios de posse. O fato de estarem em constante movimento fará com que sejam livres de qualquer apego, atingindo a maturidade espiritual em perfeito equilíbrio. Tal equilíbrio só poderá trazer bons frutos porque os colocará em condições cada vez melhores de sentir o divino.

Serão humanidades que transformarão todas as suas ações em ações espirituais. Não existirá mais distinção entre trabalho espiritual específico e não-espiritual, como acontece atualmente. Todo trabalho que a pessoa fizer no quotidiano de sua vida será também um trabalho espiritual porque estará ajudando outras pessoas a desenvolverem a consciência do divino.

Não existirá separação de ideais. O fato de uma pessoa achar que é materialista e que tem mais direito que o espiritualista não terá razão de ser. Não existirá espiritualista ou materialista. Existirá apenas a Verdade Suprema, a Verdade que transcende nomes e adjetivos. Ela é o que é e sempre foi.

Todos os homens conhecerão, sentirão realizarão e praticarão essa Verdade constantemente, sem necessidade de se justificarem ou preocuparem-se com ela. Será inata neles. O amor também será inato em cada um e não uma qualidade a ser alcançada. O amor é eterno e infinito e atinge níveis que estão fora da concepção material. Aquilo por que se luta tanto para conseguir, atualmente, que são o amor universal por todos os seres e o estado natural de meditação, onde a pessoa é sempre preenchida pela intuição divina e age harmoniosamente em todas as coisas que ela faz, serão qualidades naturais. Não só durante a meditação, ou quando entrar num lugar sagrado, mas constantemente o homem estará consciente do divino, pois praticará a espiritualidade em todos os aspectos.








Fonte: O Consolador
Sri Maha Krishna Swami

30/07/2010

O CAMINHO DIRETO





Quer ser útil?
Basta que você renuncie ao ódio
E vista para sempre o manto do amor,
Que ofereça ajuda a seus semelhantes
Sem esperar recompensas para si próprio.

Ore por seus inimigos e
Aproxime-se dos possessos.
Jamais deixe a sua esperança
Transforma-se em desespero,
Nem a sua alegria em tristeza.
Lembre-se sempre
De que você é o Ser Supremo.

Segundo por segundo
Medite e devocione o som sagrado,
Autopesquise-se,
Corrija suas falhas,
Vigie a si mesmo,
Pois o ego profanador
Está à sua esquerda, à espreita,
Esperando por suas faltas.

Permaneça firme
Nos seus propósitos espirituais.
Deve cumprir seu dharma.
Não cumpri-lo significa
Ir contra os princípios divinos.
Lembre que não se pode ser
Insincero consigo mesmo.
Todo ato insincero
Conduz à desarmonia.









Fonte: O homem de Aquário
Sri Maha Krishna Swami

17/07/2010

O SOL





Tudo tocamos e nada possuímos
Na verdade de ser
Na lucidez de sentir
Nas virtudes divinas mergulhadas
No íntimo das correntes vitais.

O Ser é unimanifestado
E flui eternamente
Nos ciclos evolutivos
E corpos densos,
Sensação de existir,
Inconsciência e sentir.

São ilusões
As grandes dimensões do universo.
Nada temos,
Somos o Ser Supremo.

Tudo tocamos, sentimos.
Tudo assim acontece:
Unimo-nos ao Logos transparente,
Na força que faz brilhar
O Sol que nunca nasce ou morre...










Fonte: Maha Gita purusham do Bem-aventurado
Sri Maha Krishna Swami

27/06/2010

OBSERVAÇÃO







Por que será
Que os sacerdotes das trevas
Vestidos de funeral
Maldizem com sua foz rouca
Os verdadeiros
Adeptos do Cristo?

Por que será
Que eles julgam que,
Escondendo e alterando
As sagradas escrituras,
Terão vida eterna,
Se de nada adianta
Omitir a Verdade,
Pois ela é
Eternamente presente
E sempre aparece
Aos homens de boa vontade?

Por que será
Que eles acusam
A todos os homens
De pecadores,
Se somos divinos
Em essência?

Por que será
Que eles chegam
A propor métodos
Para o perdão
Dos chamados pecados
Quando, na verdade,
Não existe nem pecado,
Nem perdão, e sim
A lei de causas e efeitos?

Por que será
Que eles santificam
Os déspotas,
Torturam os pacificadores
E caçam os santos,
Quando foi dito: "Cuidado,
Tudo aquilo que semeardes,
Colhereis."?

Por que será
Que fizeram a guerra
Chamada santa
Se todo aquele
Que usar a espada
Morrerá pela espada?

Por que será
Que na época da inquisição
Formarão um tribunal maldito,
E o chamaram de divino,
Onde levantavam
Falsos testemunhos,
E pessoas inocentes
Eram difamadas, julgadas
E torturadas até a morte
Da maneira mais hedionda possível?

Será que eles
Não sabem que foi dito:
"Não matarás,
Não levantarás falsos testemunhos,
Não julgues para
Não seres julgados."?

Por que será
Que o sumo chefe,
Vestido de funeral,
Gira, gira neste mundo
E nada fala
Do Sublime Messias?

Por que será
Que eles usam
Roupas talares
E sentam
Nos primeiros lugares,
Junto da política
E da ciência profana,
Se tudo isso é oposto
Aos sagrados ensinamentos?

Por que será
Que de seus templos,
Após longos sermões,
Seus fiéis saem angustiados,
Medrosos, irritados
E inconscientes da Verdade?

Por que será?







Fonte: Maha Gita purusham do Bem-aventurado.
Sri Maha Krishna Swami

20/06/2010

NÃO É PELA CRENÇA QUE SERÃO SALVOS






O problema dos homens é a péssima orientação que têm sobre o divino, e inconscientemente são dominados pelo aglomerado de tendências filosóficas e sectarismos. Eles já trazem gravado em seu aparato psíquico algo que lhes ofusca a possibilidade de sentirem que realmente são o Ser Supremo. É óbvio que somos o Ser Absoluto, mas o que é simples parece ser difícil de os homens entenderem. Desde épocas imemoriais os Mestres falam a respeito da Verdade Suprema, mas as pessoas insistem em afirmar não serem divinas e que Deus está longe. Essa é uma autotraição humana, uma desculpa criada para não assumir o que é óbvio e coerente. Porém, pode acontecer que essa confusão, ou mal-entendimento, seja proposital, visando interesses pessoais e, pior ainda, esses interesses se misturam a fantasias particulares, aprisionando muitas pessoas à inconsciência espiritual, envolvendo-as nas trevas. Essas pessoas não se deixam orientar pela Luz do Cristo Universal. Se dizem que aceitam o Cristo, só o aceitam, mas jamais seguem seus ensinamentos sinceramente. Se dizem acreditar em Cristo, em Deus, só acreditam, sem ouvir o que o próprio Cristo disse: "Não é pela crença que serão salvos".

Muitos não seguem caminho espiritual por se sentirem alheios à Verdade Suprema. E assim passam a vida toda, morrem e tornam a nascer por muitas vezes, escravizados pelos ciclos imensos de sofrimentos. Essas desculpas que dão é a plena expressão da mente pensante, que usurpa a realidade divina. O homem não está na manifestação para viver assediado pelos sofrimentos decorrentes da falsa idéia de ele ser a mente que pensa, o ego que adoece e que se escraviza pelos sentidos. Ele precisa aprender a viver em harmonia consigo próprio através das mínimas ações. Dessa forma nunca se distrai com as expressões daqueles que vivem alheios à realidade divina. O importante é não se envolver com a fantasia global da humanidade, embora essa fantasia seja muito forte.

Muitos estão presos por fantasias no planeta Terra. As religiões, por exemplo, envolvem-se com a fantasia da riqueza, da profanação, por quererem se aproveitar da ignorância espiritual dos homens. Do rico tiram dinheiro dizendo que deverão doar muito para poderem salvar-se. E do pobre também tiram o pouco que eles têm, dizendo que deverão doar tudo para entrarem no Reino de Deus".

Cada um fantasia o que deseja, mas geralmente, graças as fantasias que expressam, praticam atos indignos. Somente quem medita e devociona sinceramente tem as fantasias diminuídas e acaba por superá-las. Sabe como elas se apresentam e assim evita ser seduzido por elas. E se ainda essa pessoa é atingida por alguma fantasia, é porque está apegada à dor. Isso acontece porque ainda não renunciou aquilo que a seduz, ainda não fortificou em si mesma alguma área fraca. Há algo estranho na sua meditação, não há entrega perfeita, e assim o efeito nocivo da fantasia a envolve.

O grande problema de fantasia que o homem possui provém do ego, da mente, de toda área que é considerada má. Tudo o que gera fantasia gera dor, desarmonia, tristeza, desconfiança, falsa humildade. Nunca se vê o bem produzindo dor. Um Mestre da Luz jamais produz a dor, a não ser que seja para as trevas. Nesse caso, essa dor é para melhorar as próprias trevas, ou então para afastá-las. As trevas, apesar de irreais, são bastante fantasiadas no planeta Terra. Ao serem fantasiadas, elas concretizam-se para os seres humanos e estes sentem-se perseguidos pelas trevas que eles próprios criaram.








Fonte: O Consolador
Sri Maha Krishna Swami

11/06/2010

O CAMINHO DIRETO





Hoje eu vi o Cristo
Ele solicitou-me que ensinasse
A humanidade a orar assim:

"Ser Universal
Que vives em nós,
Que possamos fazer
A tua vontade
Como tudo é feito
Na natureza
E em todo universo.
Que o teu reino
Seja o nosso reino
Para que possamos viver em ti
Assim como tu vives em nós.
Que seja glorificado
O nosso nome Ser
Assim como tudo
É eternamente glorificado.
Ilumina-nos,
Enviando o alimento
Do fogo purificador.
Abre o centro
De nossa consciência,
A fim de que possamos sentir
O sagrado fluxo
De tua sabedoria."







Fonte: O Círculo de Luz
Sri Maha Krishna Swami

04/06/2010

RUMO À LUZ






Hoje o céu vestiu-se de dourado.
Tudo foi estrelas:
O mar, as velas, os barcos, as gaivotas.
O dia eternizou-se.

Venha ver as flores da água constelada
E a chave redonda do rápido universo.
Venha tocar o fogo do Sol dourado,
Venha, antes que as pétalas
E os dias se consumam.
Não há aqui senão Luz
E espaços abertos por virtude do vento.

Entre tantos azuis submersos
Perdem-se os nossos olhos adivinhando apenas
Os poderes da sutileza.
A chave da justiça
Está em nossas mãos.

Hoje houve
Uma grande explosão
Dentro de mim.
De algum ponto do universo talvez,
E milhares de átomos incandescentes
Acenderam pontos de luz.
E eliminaram a mente.
Diques e bloqueios foram rompidos.
Sinto que o ego profano
E suas velhas artimanhas
Desintegraram-se para sempre.
Não deixaram nenhum fragmento espalhado,
Mas ficaram pontos vazios
Que devo preencher
Com verdades incontestáveis.
Devo seguir
O rumo da Luz.

Cada nova era que se inicia traz nova chance, nova possibilidade. A voz silenciosa do Divino Ser está chamando, está convidando os filhos da Terra a despertar e sentir a presença da Força-que-Age, a sentir o toque das asas dos Maha Devas, a acalmar a revelia de seus corações e eliminar a mente pensante, a ouvir a intuição pura e a viver cada momento com mais amor, mais trabalho, verdade, moral, compaixão, devoção, meditação, com mais consciência. É assim que a paz suprema voltará a reinar sobre a face da Terra.

O entardecer está de viagem.
Vai devagar rumo ao infinito.
Eu aceno uma despedida,
Ele me responde com um clarão.
Parece absorto numa certeza
E desce a curva do mundo
Com jeito de compaixão.

Eu também estou de viagem,
Vou devagar rumo à Luz.
A natureza me acena
E inclino-me ante sua grandeza.

Vou absorto numa dádiva.
Caminho por cima da vida,
Muito além da morte,
Na força sublime da bem-aventurança.

A noite vem ao meu encontro,
E com ela as trevas.
Mas eu continuo neutro
No meu círculo de Luz.

Com devoção entrego meu coração, para que possam me sentir cada vez mais e assim despertar a virtude suprema da compaixão. Fiquem com meu coração! Recebam-no e multipliquem-no dentro de vocês, através das técnicas sublimes da meditação e da devoção.

Se vocês me amam
Vamos embora
Morar em todos os lugares
Sem ficar em lugar algum.

Vamos andar por todos os caminhos,
Pisar descalços a relva
De todos os campos
E a areia de todas as praias.

Vamos pelo mar com os golfinhos;
Pelas montanhas e vales com as águias;
Ou pelo cosmo num raio de sol.

Vamos para longe, bem longe
Do sofrimento e da dor,
Dos mundos ilusórios
Da mente e do ego enganador.

Vamos andar pelo infinito a fora,
Depois, fechar as asas
E pousar na conscientização.








Fonte: O Círculo de Luz
Sri Maha Krishna Swami

30/05/2010

BUDDHAN SARANAM GACCHAM (Continuação)









O apego a objetos, a ambição e a sensualidade são as causas da miséria e da vaidade ao mundo. Deve-se vencer o ego e a mente e se alcançará o calmo e puro estado natural, onde só existe a paz, bondade e sabedoria.

O ego é o refúgio do ego
Através de um ego plenamente aniquilado
Obtém-se um refúgio tão difícil de se obter.

Apenas por si próprio é feito o mal,
Ele é autocriado e autocausado.
O mal oprime o homem como o diamante corta uma pedra dura.

Apenas por si mesmo é feito o mal,
Por si mesmo alguém é corrompido.
Por si mesmo se evita o mal.

Apenas por si mesmo se é purificado.
Pureza e impureza dependem de si mesmo,
Ninguém pode purificar ninguém.

Os atos dos homens tornam-se maus por dez razões e, evitando-se essas dez razões tornam-se bons. Há três males do corpo, quatro males da língua e três males da mente.

Os males do corpo são: homicídio, roubo, e adultério;
Da língua: mentira, calúnia, abuso e conversa frívola;
Da mente: cobiça, ódio e erro.

Para se evitar esses dez males é preciso:

a)Não matar; ao contrário, respeitar a vida.
b)Não roubar, ao invés disso ajudar a todos a serem mestres dos frutos de seus trabalhos.
c)Abster-se da impureza e viver uma vida de castidade.
d)Não mentir e dizer sempre a verdade com discrição, destemidade e com o coração puro.
e)Não criar más informações nem as repetir. Não criticar, mas antes olhar para os traços bons dos semelhantes para que, com sinceridade, possa defendê-los contra inimigos.
f)Não jurar. Falar decentemente e com dignidade.
g)Não desperdiçar o tempo com conversas frívolas. Deter-se ao fim determinado ou então manter silêncio.
h)Não cobiçar nem invejar.
i)Purificar-se da malícia e não alimentar o ódio contra quem quer que seja; ao contrário, cultivar o Amor Universal por todos os seres.
j) Libertar-se da ignorância espiritual seguindo sempre o caminho da Auto-Realização.







Fonte: Verdade Suprema
Sri Maha Krishna Swami.

22/05/2010

BUDDHAN SARANAM GACCHAMI




A melhor das palavras são as quatro Nobres Verdades que são as concepções centrais dos ensinamentos de Budha.

I- A verdade de que toda a vida envolve sofrimento.
- O nascimento, a velhice, a doença e morte, a tristeza, a miséria, a aflição, o desespero, estar ligado a coisas repugnantes, perder aquilo que se ama e o fracasso em atingir aquilo a que se aspira, são sofrimentos.

II -A verdade em que a causa do ciclo imenso de nascimentos, mortes e sofrimentos são a ignorância espiritual, associada ao desejo - O mundo objetivo desperta o desejo de viver para satisfazer as paixões que prendem em suas redes de sofrimentos aqueles que a elas estiverem apegados. A origem do sofrimento é a luxúria, a paixão, a sensualidade, o egoísmo e a sede pela existência que anseia por prazeres a todo momento. O mundo ilusório é escuro, e poucos são os que podem ver e voar como pássaros que fugiram da armadilha. Para alcançar a paz suprema o homem deve livrar-se de suas paixões, ser moderado em todas as suas ações e andar no dourado caminho do meio evitando sempre os extremos, pois aquele que vai para os extremos encontra grandes dificuldades para retornar ao meio. O melhor dos caminhos é o de oito estradas. Quem se propõe atingir a sabedoria segue a senda óctupla e assim deixa de sofrer.

A compreensão reta, livre da superstição e da ilusão;
O pensamento reto, elevado e digno;
O falar reto, bondoso e franco;
A compaixão reta, a devoção suprema e o amor infinito;
As ações retas, pacíficas, honestas e puras;
O viver reto, não causando perigo ou dano algum a qualquer ser vivente;
O esforço reto na auto-investigação e no autocontrole;
O discernimento reto, a plenitude de conhecimento, a firmeza na meditação profunda, tornando-se uma constante naquele que deseja desapegar-se do mal. Quanto mais ele mantém-se afastado dos prazeres da vida, tanto mais cessará o sofrimento. Transformar-se é função da sensação;
Sentir é função do desejo e desejar é função da ignorância espiritual. Ela é, portanto, a origem de todo sofrimento e de toda escravidão que impedem o homem de manter-se em seu estado natural, livre de desejos que o aprisionam ao mundo, prometendo felicidades que jamais serão alcançadas.

III -A verdade de que o ciclo de nascimentos, mortes e sofrimentos só pode ter fim quando o homem for consciente do Divino Ser - O desejo aliado à ignorância determina uma ação. A ação executada faz surgir a sensação do ego. O ego tende afirmar a existência individual, mas a existência individual, nesse caso, são apenas os sentidos. Os sentidos provocam o contato com o mundo exterior. Esse contato é gerador de sensações, e não existe nenhuma sensação que não alimente a idéia de prolongação ou de renovação do objeto desejado. Por isso, as paixões devem ser aniquiladas, porque as impressões sensoriais da mente através dos sentidos acabam-se junto com o corpo. É preciso perder a individualidade pessoal que está ligada à sensação do ego e atingir a unidade com o absoluto Ser Supremo. Assim como a árvore deixa cair suas folhas secas, também o homem deve abandonar tudo aquilo que impede sua identificação com o Divino, sua própria essência.

IV -A verdade de que a Consciência do Divino só pode ser alcançada seguindo-se com perfeição o Nobre Caminho Óctuplo - Aquele que não se identifica com nomes e formas, que não se aflige com o mal nem com o bem, que se porta com bondade, que sempre é feliz, que eliminou a mesquinhez nas suas ações, conhece a natureza ilusória da personalidade e sabe que a causa de todos os seus sofrimentos é uma miragem, porque ele vence o egoísmo, alcança a paz eterna e encontra a Verdade Suprema. Os raios da roda são as regras da retidão de conduta; a justiça é a uniformidade de seu comprimento; sabedoria é o aro; modéstia e meditação são o cubo no qual o eixo imóvel da Verdade está fixado. Aquele que reconhece a existência do sofrimento, de suas causas e da sua extinção, compreende as quatro Nobres Verdades e anda no caminho reto. Reto propósito será a luz que ilumina seu caminho. Puras aspirações a sua força. Justiça no falar a sua morada. Seu passo será firme, porque reta é a sua conduta.






Fonte: Verdade Suprema
Sri Maha Krishna Swami

15/05/2010

O CRISTO DO AMOR DIVINO

/>



A todo instante
Nasce Jesus no coração de cada ser,
No lado direito do peito.

Ele é a luz,
A Consciência absoluta que vem à tona.
Ele é a verdadeira vida,
A Força Suprema que se reflete
Em todos os seres do universo.

Ele é o Supremo Ser,
Que com sua força infinita
Vem iluminar o mundo
Nesta época de inconsciência espiritual,
Para que todos recobrem a consciência do divino,
Para que todos possam integrar-se
Na vida do Cristo de todos os tempos,
Na Luz infinita da Verdade Suprema,
Na força absoluta do Ser,
Na força de todos os Mestres.

Ele é o Cristo dos oprimidos,
Dos que têm fome e sede de justiça,
Dos que sofrem perseguições,
Dos esgotados pelos ciclos de sofrimentos.
O Cristo dos mansos de coração,
O Cristo dos sábios e dos ignorantes,
O Cristo dos conscientes e dos inconscientes.

Ele é o Cristo das esperanças,
O Cristo dos simples,
Dos justos,
Dos compassivos,
Dos limpos de coração.
O Cristo dos pacificadores,
O Cristo da justiça divina.

Ele é o Cristo das crianças,
Da felicidade perfeita,
Do amor divino,
Dos Maha Devas.
O Cristo que nasce na estrebaria,
O Cristo da humilde carpintaria,
O Cristo de José e de Maria.

Ele é o Cristo das semeaduras e das colheitas,
O Cristo do Reino Supremo,
Do caminho direto,
Da intuição pura.
O Cristo da meditação iniciática,
Da devoção que enternece,
Do pão que nutri e sacia.

Ele é o Cristo dos que resplandecem como o Sol,
O Cristo dos apóstolos,
Das bem-aventuranças.
O Cristo dos pescadores,
Do mar profundo,
O Cristo das ovelhas
E dos pastores.

Ele é o Cristo de João Batista,
De São Francisco.
O Cristo vivo de Simão Pedro,
O Cristo da Comunidade Perfeita.
O Cristo Cósmico,
Dos Maha Yogues,
O Cristo da Luz, do Caminho, da Verdade Suprema.







Fonte: Ser
Sri Maha Krishna Swami

02/05/2010

A OPÇÃO É SUA






Aquele que se decide pelo caminho do autoconhecimento deverá discernir entre o caminho que é e o caminho que não é. O caminho real é simples, sem mistérios, direto. Se alguém propuser caminhos que sejam mais fáceis que esse é preciso rejeitá-los, pois aceitar tal idéia é dar asas ao ego profano, e isso conduz a pessoa para o abismo. A decisão em seguir o caminho espiritual é particular a cada um. Ninguém pode decidir pelo outro. Cada um decide por si mesmo. Se a pessoa optar pelas fantasias e prazeres do mundo, ela fica com o príncipe do mundo. Jesus Cristo deixou um ensinamento muito claro a esse respeito. Ele disse que viria o príncipe do mundo, mas este nada teria do Cristo, e tudo o que não é está ligado a esse personagem. Todas as fantasias, tudo o que é irreal está ligado à força do príncipe do mundo, ao príncipe do ego profano, que nada tem em comum com o Cristo, como disse o Mestre Jesus.

Se o homem tomar qualquer decisão contrária aos sagrados ensinamentos é porque ele fechou seus ouvidos e seu coração ao Cristo, para dar atenção ao príncipe do mundo pois, uma vez que os sagrados ensinamentos são dados, discernidos, comentados, não há como errar. Por isso, o homem tem apenas uma opção: conscientizar-se do Ser Supremo. Não pode haver outra afinidade, outro objetivo. Todo objetivo além do Ser não é, e pertence ao príncipe do mundo.










O Consolador
Sri Maha Krishna Swami

22/04/2010

ERUDIÇÃO PODE DETERMINAR IGNORÂNCIA

Sutra Maha Devi



A maioria das pessoas nada aprendem de si mesmas. Todas as informações e conhecimentos elas recebem de terceiros. Porém o autoconhecimento é necessário se se pretende viver a sabedoria suprema. Quando a pessoa começa a viver ensinamentos que provém dela mesma, de sua própria intuição, encontra o verdadeiro significado de sua existência na Terra. Deve-se também aprender com os outros, mas existem aqueles que nem conhecem o alfabeto e, no entanto, estão repletos da sabedoria do Eterno. Os sábios vivem a Verdade plenamente, independente de terem-na aprendido ou não. Aquele que se conscientiza da Verdade e a põe em prática purifica seu coração. De outro modo, o mero conhecimento dos textos sagrados tornaria a pessoa falsa e profanadora.

A consciência da Verdade Suprema deve ser o principal objetivo do homem. Quem desconhece sua própria identidade é ignorante, por mais profunda que seja sua erudição, porque escrever, ler ou falar de assuntos espirituais de nada vale se isso não for transformado em ação, em virtudes divinas. A compaixão, a devoção, a meditação, o estado natural, o pleno discernimento, a consciência do divino, o amor supremo em todos os seus aspectos são virtudes. As qualidades da inteligência ativa passa pela mente. Podem ser de origem divina, mas não são totalmente divinas porque são utilizadas para as realizações práticas. O conhecimento de tudo isso é uma qualidade, mas o conhecimento não é a conscientização. O conhecimento é apenas um caminho que se apresenta.

Para que servem as escrituras sagradas se a pessoa está cega pela ignorância espiritual? A enfermidade nunca será curada se o doente apenas ler o nome do medicamento. É preciso tomá-lo. Similarmente, quando a Verdade Suprema é ignorada, o estudo das escrituras é estéril. É preciso captar a essência de cada ensinamento. Isso é possível pelo discernimento adquirido através da meditação iniciática.







Emancipação
Sutra Maha Devi.

18/04/2010

SER COMO AS ÁGUAS







Os homens deveriam ser como as águas que possuem a virtude de serem úteis a milhares de seres. Já observou como elas são benéficas? Adaptam-se, moldam-se, abrem seu próprio caminho, fluem naturalmente doando a vida, sem importar-se com os resultados e frutos. Seja como a água. Deixe aflorarem as virtudes supremas. Nasça como as fontes, de dentro para fora, doe-se como elas, para beneficiar o mundo. Os eruditos nada sabem nem intuem sobre as virtudes porque são inconscientes desse processo natural de ser.





Palavras de Sabedoria
Sri Maha Krishna Swami

10/04/2010

INTUIÇÃO PURA







Quando a intuição pura
Falar no íntimo de seu coração,
Preste atenção ao que ela diz
E certamente estará a salvo.
Faça bom uso de sua força
E será o mais perspicaz dos homens.
O Ser Divino não poderia
Ter-nos dotado de melhor virtude,
Pois ela é o elo supremo
Que nos une ao Ser.

A intuição pura é a Luz
Neste mundo de trevas,
É sua arma mais poderosa
No meio da escuridão do ódio.
Portanto, seja sábio,
Deixe que ela o guie naturalmente.
Sem a intuição pura você nada será
Além de uma tempestade vazia.

Bem-aventurados são aqueles
A quem o Ser Divino lhes conferiu
A força da intuição,
Pois ela possibilita
A constante unidade com ele.
Também é através dela
Que adquirimos a lembrança
De que somos divinos em essência.

Desta maneira readquirimos
O conhecimento do eterno
De modo que possamos
Estar sempre em guarda
Contra as armadilhas
Da mente e do ego profanador.








O Círculo de Luz
Sri Maha Krishna Swami

28/03/2010

RAMANA MAHARISHI





Ramana Maharishi - Um Gigante-Menino nas flores do eterno - Parte 2

Ah, Ramana!**
Quantas coisas em seu olhar...
O despertar da consciência;
E aquela Paz, que não é desse mundo.
E eu vejo você, em espírito.
Pois os meus olhos não vêem além...

Então, vejo-o com o coração.
Enquanto um Grande Amor me chama...
E eu penso nas dores da humanidade.

Os meus olhos vêem o mundo...
Mas o meu coração vê o mundo em seu olhar.
Em seu silêncio, eu sinto um abraço sutil.
E sei do bem que você faz anonimamente.

Ah, Ramana, o mundo não vê você.
Mas você vê todo mundo e abençoa a todos.
E eu vejo isso em seu olhar, que é só silêncio.
Enquanto um Grande Amor permeia a tudo.
E eu fico aqui, tímido, igual criança.
Como uma pequena estrela olhando o infinito...

Admirado, também me lembro de Jesus.
Ele ensinava que os olhos são as candeias do corpo.
Pois, através deles, se reflete o que está dentro do Ser.
E o Rabi estava certo: eles são as janelas da alma.
Então, o que dizer do seu olhar?
Os seus olhos são candeias do amor iluminando os homens...

Ah, Ramana, eu vejo o seu olhar sereno...
E novamente penso em Jesus - e no mundo.
E o Amor me sussurra algo no coração.
E também me lembro de Krishna - e me admiro mais...
E a alegria me possui... De corpo e alma.
E, de alguma forma, o olhar deles está no seu olhar.

Ah, Ramana, o Amor não tem fronteiras ou credo.
Só sabe amar...
E os seus olhos são candeias, sim.
Cheios daquela paz que não é desse mundo.

Eu vejo o que um Grande Amor fez com você.
Porque o seu olhar atravessa os planos...
E abençoa aos homens e espíritos, em silêncio.
E eu fico aqui, mais tímido ainda, igual criança.
Como uma pequena estrela olhando o infinito...
Admirado, com os olhos brilhando igual diamante.

P.S.:
Ramana, os seus olhos são candeias do amor***.
E o seu brilho iluminou meu coração, mais uma vez.
E eu virei criança-estrela olhando para o infinito...

No Amor.
Na Fé.

Paz e Luz.

- Wagner Borges - olhando a vida como o Amor olha...
São Paulo, 28 de agosto de 2009.

Notas:
** Bhagavan Sri Râmana Mahârshi (30 de dezembro de 1878 - 14 de abril de 1950), mestre de Advaita Vedanta e homem santo do sul da Índia. Considerado um dos maiores sábios de todos os tempos, tornou-se conhecido no Ocidente especialmente através do livro "A Índia Secreta", do jornalista e escritor inglês Paul Brunton, que retratou os ensinamentos de Ramana, transmitidos, na maioria das vezes, em silêncio absoluto, aos seus discípulos.
Shri Ramana Maharshi foi o grande representante da sabedoria milenar da Índia no século XX. Isso não significa que ele foi um acadêmico que sabia de cor e salteado os textos sagrados da religião, mas sim que viveu e mesmo personificou, à perfeição, tal sabedoria. Na verdade, ele não escreveu nenhum livro. Ensinava o jnâna, 'via do conhecimento espiritual' mais puro. Ao mesmo tempo, ressaltava que as outras duas outras grandes vias espirituais, a do karma (das ações) e da bhakti (devoção) estavam contidas no jnâna.
Obs.: Carl Gustav Jung escreveu um extenso texto sobre Ramana Maharshi, que pode ser acessado no excelente site www.vedanta.pro.br, no seguinte endereço específico:
http://www.vedanta.pro.br/?p=514


Leia Também: Ramana Maharishi - Um Gigante-Menino nas flores do eterno

Wagner Borges é pesquisador,
conferencista e instrutor de cursos de Projeciologia
e autor dos livros Viagem Espiritual 1, 2 e 3 entre outros.
Visite seu Site e conheça a área de áudio e vídeo.
Email:

26/03/2010

O CONSCIENTIZADO


Aquele que medita
Torna-se consciente
De sua unidade
Com o divino
E pode ajudar
Na multiplicidade
Da manifestação.

Sem querer exibir-se
Ele resplandece
Como o Sol.
Pelo seu modo
Natural de agir
É considerado.
Ele nada espera
De ninguém
E por todos
É gratificado.

Não hostiliza
A nenhum ser vivo
E por ninguém
É hostilizado.








Maha Gita purusham do Bem-aventurado.
Sri Maha Krishna Swami

14/03/2010

ENCAMINHAR






Nunca digam
Aos seus semelhantes
Que são pecadores.
Pelo contrário,
Devem ensinar-lhes
Que são divinos
Em essência
E conduzi-los
À Verdade Universal.

No meio do sofrimento
E tristeza
Devem doar alegria
E esperança.
Lembre-se de que
A Força Suprema
Está presente em todo lugar.

Sempre que forem ensinar
O Sagrado Caminho da Verdade
Ou que forem chamados
Para ajudar alguém,
Sejam impessoais e digam:
Que seja feita
A vontade divina
E nunca
A do ego profano.







Maha Gita purusham do Bem-aventurado
Sri Maha Krishna Swami.

28/02/2010

SÓ A VIDA EXISTE





Está enganado
Aquele que se vê
Capaz de morrer
Ou matar.
Não nasce nem morre,
Nem tampouco,
Tendo existido
No passado,
Pode deixar
De existir.

É certa a morte
De quem está
Inconsciente
Da Verdade Suprema;
E é certo o nascimento
De quem acredita
que morreu.
O limite
Entre um e outro
É claramente percebido
Por aquele que sente
A Verdade.








Maha Gita purusham do Bem-aventurado
Sri Maha Krishna Swami

18/02/2010

DOGMA






Jamais permita
Que a simplicidade,
A sinceridade
E a honestidade
Deteriorem-se.

Fique alerta
Para que essas virtudes
Não sejam profanadas,
Pois nenhuma delas
Está nas religiões do mundo.

Portanto, evitemos
Os dogmas.
Não os evitar
Não é apenas
Demonstrar fraqueza,
Mas também é
Dar abrigo
Aos usurpadores
Da Verdade.





Maha Gita purusham do Bem-aventurado.
Sri Maha krishna Swami

09/02/2010

ELEVAÇÃO






Não se deve cair
Em ociosidade e inação,
Como acontece facilmente
Aos que perderam
As esperanças
Somente por sempre esperarem
Recompensas de suas ações.

Aqueles que baseiam
O seu bem-estar
Só nas ações
Perdem a felicidade
E a paz
E caem na miséria
E no descontentamento.
Mas quem atingiu
A consciência suprema
É capaz de elevar-se
Acima dos resultados
Bons e maus.







Maha Gita do Bem-aventurado
Sri Makrishna Swami

30/01/2010

O SER SUPREMO






Pela unidade com o Ser Supremo
O céu atingiu a claridade;
A Terra, a estabilidade;
O espírito, a atividade;
O sábio, a plenitude.
Pela unidade,
Todos os seres atingiram a existência.

Afirma o Pacificador:
Se o céu não tivesse a essência
Pela qual se move,
Poderia escurecer-se.
Se a Terra não tivesse a essência divina
Pela qual é estável,
Poderia desfazer-se;
Se os espíritos não tivessem a essência
Pela qual são ativos,
Poderiam deter-se;
Se o sábio não tivesse a essência
Pela qual ele está pleno de virtude,
Poderia desvirtuar-se;
Se tudo não tivesse a essência
Pela qual permanece,
Poderia extinguir-se.

Todas as coisas do universo Provêm do Ser.
Assim sendo, para ele tudo converge
E nele repousa.

O Ser Supremo resplandece
Em todas as direções imagináveis;
Sustenta, nutre a manifestação,
Realiza sua obra, nada reclama para si
Nem domina sobre ela.
Todas as coisas têm origem nela,
Mas, em troca nada exige.
Não se considera
Criador, sustentador ou transformador,
Grande ou pequeno, forte ou fraco.
O Ser Supremo só resplandece.






O Homem de Aquário
Sri Maha Krishna Swami

22/01/2010

PALAVRAS DE SABEDORIA








Só o amor confere a paz, a felicidade e a eternidade. Mesmo que alguém fale palavras bonitas, se não tem amor é como um tambor que ressoa, ou um prato que faz ruído. Ainda que prediga o amanhã, conheça todos os segredos, tenha toda a sabedoria e ainda que sua auto-segurança seja tão forte como a tempestade que revolve a terra, se não tem amor, não é nada. E ainda que doe todos os seus bens para alimentar os pobres, se não tem amor não se beneficia de forma alguma.




Sri Maha Krishna Swami

18/01/2010

A GRANDE TRANSFORMAÇÃO









Cuidado, pois o dia da Suprema Justiça descerá sobre a Terra e virá toda a destruição. Os corações dos homens se abalarão e haverá muito medo e sofrimentos sem precedentes. Todos ficarão espantados, porque as faces dos homens serão iluminadas pelo fogo.

Os valores se derreterão como cera no fogo, as águas cairão das alturas e a Lua desaparecerá. O Sol ficará obscuro e as estrelas e as constelações não darão a sua luz; não haverá luz do Sol nem da Lua, e todo o céu parecerá modificado.

A Força Suprema movimentará o céu, e a Terra sairá do seu lugar perto do dia em que a Lei da Justiça voltar. E assim todos os karmas serão queimados nesse planeta. As forças dos cinco elementos estarão embravecidas e queimarão como fogo que consome; espalharão tempestades de chuvas e gelo e a Terra será totalmente transformada.

Não haverá nem um lugar verde. Muitas cidades cairão. As águas tempestuosas chegarão até as colinas e montanhas mais altas; até os rios e riachos matarão; as torres cairão na luz da Lua.

As montanhas de aspectos mais sólidos, transformar-se-ão em pó na presença de todos. As cidades ficarão em confusão e serão destruídas. Toda casa se fechará para que nem um homem possa entrar. Haverá choros, gritos e lamentações nas ruas. Toda alegria terá ido embora e toda abundância da Terra será arruinada. Não haverá lugar melhor ou pior. Aquele que tentar fugir com medo dessa confusão, desse barulho, cairá no abismo, e se tentar sair dele, cairá novamente.

Grande parte dos seres que habita a Terra, inclusive as aves, ficarão possessos, e grande será o desespero. Tudo isso afetará os nobres, que deixarão de existir, pois seus palácios e suas riquezas estarão em ruínas.

A harmonia das florestas será abalada e elas não darão mais seus frutos, e aí as árvores serão tão poucas que até as crianças poderão contá-las. O que é verde secará. A água que era cristalina tornar-se-á turva. Será densa a vibração desse planeta.

As trevas se alastram para todos os cantos do mundo e a glória, a vaidade e a pompa daqueles que transgridem a Lei da Fraternidade Perfeita serão trazida para baixo. Os egoístas, os malvados, os hipócritas, os cruéis, os desonestos, os orgulhosos, os tiranos, os déspotas, os avaros, os que exploram, os que lançam a corrupção, serão devorados pelo fogo. As lamas os consumirão. As raízes apodrecerão e as flores se tornarão pó. Tudo será jogado fora. "Para que serve a árvore que não dá bom fruto senão para ser lançada fora?"

A Terra estará na escuridão e imersa em tristeza, pois as luzes do céu serão todas escurecidas e os líderes dos povos estarão todos em erro. Aqueles que lideram serão destruídos, pois foram hipócritas e fizeram a maldade, e todo homem que transgride a Lei Universal será devorado como lenha no fogo.

Ai daqueles que escrevem as Leis Supremas e transgridem-nas, que vivem na vaidade, na luxúria, que se corrompem fazendo o mal, que não têm a visão reta, o bom discernimento, pois são rebeldes e mentirosos.

Ai daqueles que constroem casas sobre casas até que não haja nenhum lugar onde o homem possa ficar só no meio desta Terra.

Ai daqueles que não mantêm as leis sagradas, que atraem o mal e não fazem o bem, que deixam de lado os que precisam de ajuda espiritual.

Ai daqueles que se julgam poderosos, pois a Lei Suprema virá e ajuntará todos eles como prisioneiros e os levará embora, pois estão cheios de podridão e sujeira. Aqueles que se autolouvam e levantam monumentos a si mesmos serão levados para baixo. Aqueles que são vaidosos serão humilhados.

Ai daqueles que matam os rios e semeiam a desarmonia no céu e na terra, onde os peixes se deterioram e os pássaros explodem em sangue e pólvora.

Ai daqueles que desfiguram a paisagem, semeadores de desertos, inconscientes perigosos, destruidores de ninhos, torturadores de plantas.

Ai daqueles que destroem tudo o que vive, que vomitam fumaça negra e arrebatam aos seres da Terra o direito ao ar puro, à água cristalina e ao silêncio.

Todo mal cairá sobre aqueles que transformam a comunidade calma e tranquila num lugar de desordem e angústia. Todo o mal cairá sobre aqueles que poluem o ar, a água, os veículos de conscientização espiritual, que destroem o corpo, o fluir natural da pureza, o bem de todos, a paz comum e o aconchego da comunidade, a ternura dos campos, a limpeza das cachoeiras e o brilho das estrelas.

Muitos pensarão que o planeta Terra vai-se acabar, mas isso é subestimar a manifestação do Ser Supremo. O fim dos tempos profetizados refere-se tão-somente ao final da humanidade anticrística, à maldita geração do ego profano.

A Terra é ainda um planeta jovem e se prepara para viver dias bonitos e oferecer muita paz e harmonia depois que o sofrimento tiver-se afastado, e isso será motivo de júbilo para todo o Universo. Durante esse período de grandes transfomações todo o joio será amarrado e queimado. Restarão o trigo, as ovelhas e os bons. Estes são os que habitarão o planeta Terra.






Fonte:O Consolador
Sri Maha Krishna Swami

12/01/2010

O PLANETA INTRUSO










Os homens da Terra provocaram,com suas ações negativas, deslocamentos etérico-astrais e geofísicos tão grandes que vem acercando-se da aura terrestre um astro que não é deste sistema. É um astro impregnado de magnetismo primário, muitíssimo vigoroso, cujo volume é igual ao da Terra, porém sua aura astro-etérico ultrapassa 7.300 vezes a do nosso planeta. Ele trafega numa órbita que exige 6.666 anos para completar seu circuito, formando um ângulo de poderosa atração magnética que eleva, gradativamente, o eixo imaginário da Terra até o ponto de verticalização total. Como esse processo é lento, os homens não sentem, e os cientistas não lhes dispensam grande atenção. E mesmo que os fizessem, pouco fruto teria suas pesquisas, pois devido a sua alta rotação e densa aura, ou seja, essa massa cinzenta que o envolve, o planeta intruso não pode ser detectado nem mesmo pelos aparelhos mais sofisticados.

A partir do ano de 1970, começaram a ser sentidas as primeiras vibrações desse astro intruso. Entretanto, o fenômeno só poderá ser explicado completamente quando ele aflorar à superfície dos cinco sentidos humanos.

Com a entrada do planeta intruso na atmosfera da Terra, ela se incandescerá esquentando insuportavelmente a superfície. O efeito estufa, que já começa a ser sentido nos dias de hoje, torna-se-á cada vez mais intenso. Tão grande será o calor que o Sol esconderá sua face totalmente em alguns pontos do planeta por aproximadamente por três anos, acelerando o processo de resfriamento da crosta terrestre a fim de que a Terra volte a ser novamente habitável.

Ainda como conseqüência desse choque de energias, o movimento de rotação do nosso planeta será interrompido por vários dias e noites. Depois de cumprir a tarefa para qual foi designado, o planeta intruso continuará sua trajetória inicial distanciando-se gradativamente deste sistema solar. Uma vez diminuída a pressão que ele exercia sobre o eixo terrestre, este se inclinará novamente a 23,5º. Então a Terra reiniciará sua rotação no sentido anti-horário, ou seja, contrário ao sentido atual, entrando dessa forma em harmonia com as leis do cosmo.

A aglomeração dos quatro planetas lentos na área estreita da constelação de Libra no ano de 1982 marcou o início dos acontecimentos catastróficos que apenas começaram a ser sentidos. Acontecerão mudanças geofísicas de escala incomparável. O mundo e suas estradas se dividirão em mil geografias. As histórias da humanidade se perderão, sem nome, no tempo que se foi, pois o advento do terceiro milênio será sobre os escombros dos efeitos do fim dos tempos.





Consolador
Sri Maha Krishna Swami

07/01/2010

PALAVRAS DE SABEDORIA






Jamais invejem os lugares de honras. Os primeiros serão os últimos, e os últimos serão os primeiros. Quem quer que se exalte será humilhado. Somente os puros de coração, os mansos e compasivos conhecerão a Verdade Suprema. Uma vez atingida a Verdade nunca mais serão contaminados pela inconsciência. A Verdade os libertará fazendo-os sentir que são o Ser Divino.

Deve-se desenvolver o verdadeiro amor no coração. Purifiquem seus corações para que a força do Bem-aventurado Ser habite nele. Não ocupem o coração com as impurezas do mundo, mas antes deixem um espaçoso lugar para a divina e majestosa auto-refulgência do Ser. O coração do homem está cheio de desejos veementes e a sua avareza aumenta a cada instante. Onde então há lugar para que o Ser repouse?




Sri Maha Krishna Swami

01/01/2010

O CORPO QUE COME




O corpo físico é feito de alimentos. É o corpo que come. Se tirarmos dele o alimento, ele se come a si mesmo, até perecer por completo. É por meio do alimento que uma pessoa pode satisfazer a fome e a sede mecanicamente provocadas pelo organismo a fim de poder exibir-se e manter a sua constituição física. Sob esse aspecto, a quantidade de comida que o homem acostumou-se a ingerir já não é mais só alimento, mas um excesso de valor alimentício muito além do que seria realmente necessário para a sua subsistência. Chega a ser um desperdício de alimento precioso,que poderia ser aproveitado por outros que dele necessitam. O homem tornou-se vítima de seu paladar e não limita o que come e bebe à simples necessidade de se alimentar. Consegue satisfazer a fome e a sede, mas não a insaciabilidade de sua língua. Esta nunca se satisfaz. Mesmo quando o estômago está repleto, a língua sempre deseja alguma coisa mais para provar. Foi para satisfazer esse desejo que os Yogues introduzirão o hábito de mastigar folhas de bétel e tíla. Como não possuem quase nenhum valor nutritivo, ajudam a controlar a insaciabilidade da língua. A comida e a bebida servem para mastigar a fome e a sede. Mas todos os cinco sentidos também possuem essa mesma necessidade. O homem não só come pela boca, mas também por todos os sentidos. Por exemplo: os ouvidos têm fome e sede de som, ou seja de ouvir uma canção, atender a uma audição musical, escutar a foz de um ente querido, cantar ou recitar, escutar conferências. Justamente por isso o gamo, que é dotado de um sentido apurado, converte-se em presa fácil da trombeta do caçador e é morto por ele. No verão, o sentido do tato tem fome e sede de frio; no inverno, de calor. E é em virtude do sentido do tato, o sexo, que é uma das sensações mais agudas, que o mais forte dos animais, o elefante, torna-se uma presa de fácil solicitação da fêmea, quando então é caçado e acorrentado. O sentido da vista tem fome e sede de ver formas belas. Cores, belezas e visões atrativas, eis por que a borboleta fica atraída pela chama que, para deleitar-se ao máximo, chega ao ponto de jogar-se dentro dela, morrendo queimada. O sentido do gosto tem fome de alimentos sólidos e líquidos. O macaco, por isso, possuidor de forte sentido de gosto é atraído pela fruta até a armadilha do caçador. O sentido do olfato tem fome e sede de odor refinado. O mosquito, atraído pelo forte odor da planta carnívora é aprisionado e devorado por ela.

É importante observar que a causa da morte das diferentes espécies localiza-se precisamente em um dos seus cinco sentidos.

Apesar de todos esses exemplos para se mastigar a fome e a sede dos sentidos, o alimento ingerido com o auxílio dos sentidos do gosto é o único que serve ao duplo propósito de ao mesmo tempo satisfazer o gosto e a nutrição do corpo. No entanto, a comida ingerida pelo sentido do gosto não está fora do homem que a ingere.

É preciso usar o alimento como se usássemos um remédio que cura a excessiva vontade de comer. Não é necessário mais alimento que a estrita quantidade de que nosso corpo precisa. Não é necessário comer pelo prazer que provamos, mas simplesmente para que nosso corpo possa sobreviver. Comer alguma coisa só porque seu gosto é agradável é como se tomássemos um medicamento sem sua necessidade. Todo o organismo sofre cada vez que se come muito.

Assim vemos que devemos renunciar a muitas das coisas que nos dão prazer, pois elas não são necessárias à nossa subsistência. Aquele que renuncia a isso adquire naturalmente o domínio de si.





Verdade Suprema
Sri Maha Krishna Swami