25/09/2010

KRISHNAYA NAMA-OM




O Ser Supremo é a consciência essencial de todos os seres; é o princípio, o meio e o fim de toda a Criação. Entre os sábios, ele é a sabedoria; entre os iluminados, é a Luz. Entre os bons, a bondade; na música das esferas, a harmonia.

O Ser Supremo é todo penetrante. Tudo emana dele. Sua presença destrói o mal e a injustiça e restabelece as virtudes espirituais. Quem se torna consciente de sua essência liberta-se dos ciclos de nascimentos e mortes e se livra do medo, ódio, ira e paixão. Quem com firmeza medita, é purificado pelo amor e sabedoria.

Ele é o criador imanifestado, sem mutação e qualidades. O Ser, em sua essência, é livre dos efeitos das ações e não tem desejo algum de obter recompensas, pois essas coisas são produzidas por seu poder e não têm influência sobre ele. O Ser Supremo é o princípio que faz com que os seres nasçam, se movam e ajam. É o princípio universal da vida manifestada nas leis naturais do universo. Ele se refugia em cada partícula da manifestação, mas somente podem ser conscientes dele aqueles que, submissos à Vontade Suprema, desapegam-se de tudo o que não é divino.





Fonte: Verdade Suprema
Sri Maha Krishna Swami

11/09/2010

CAMINHOS INÚTEIS




Os homens não necessitam de relgiões e seitas para serem felizes, para viverem em paz. Pelo contrário, as virtudes divinas são encontradas longe dos profanadores que guiam seus adeptos pela influência de superstições, medos religiosos ou ameaças espirituais. As virtudes divinas são desenvolvidas naqueles que praticam os reis ensinamentos dos Sagrados Mestres. Eles ensinam que somos divinos em essência e que não adianta procurar o Ser Supremo fora de nós. Somos um com ele. Muitos afirmam que temos alma, que temos um espírito, que temos um eu superior, que iremos para algum lugar do céu ou do inferno a pós a morte física. Tudo isso é profanação dos verdadeiros ensinamentos. Essa é uma má informação, totalmente inútil e perigosa porque coloca os homens em grande confusão sobre a Verdade Suprema.

As religiões e seitas não trazem nenhuma renovação positiva ao mundo. estão cada vez menos interessadas nos ensinamentos espirituais e tentam compreender a veracidade de Jesus, o Cristo, através de provas científicas e não dão aos seus adeptos e esclarecimento espiritual. Por isso são como águas paradas, infestadas de podridão. Estão totalmente superadas, pois nada fazem para ajudar a aliviar o jugo daqueles que humildemente procuram sua ajuda.

As religiões e seitas são inúteis quando se fala em conscientização espiritual. Elas induzem à crença no divino, porém apenas acreditar não traz solução para a humanidade. É preciso que cada um procure o divino em si mesmo através de técnicas iniciáticas ensinadas por quem está preparado para guiar as pessoas por esse caminho direto. As religiões só seriam úteis se os seus seguidores se conscientizassem da Verdade, em sua total essência, se aprendessem a sentir-se um com o Divino Ser e jamais o considerassem como algo separado, se buscassem a unidade com o Cristo Universal.





Fonte: O Consoldor
Sri Maha Krishna Swami