20/12/2011

A ESSÊNCIA DOS SAGRADOS ENSINAMENTOS



É ater-se à essência de cada ensinamento do Mestre Jesus. Não se deve ver a palavra escrita e sim o que está nas entre linhas. É preciso perceber o que está errado e corrigir, pois se a pessoa adotou um ensinamento distorcido como verdade, concorda com o erro também, ou então está cega e não vê. Jesus disse: "É preciso ter olhos para ver". É necessário ficar atento. Ao mínimo descuido da pessoa, ela é enganada.

Aqui estamos discernindo, estamos vendo o que Jesus ensinou. Não estamos vendo a letra, estamos vendo os ensinamentos. O que importa a letra? A essência é importante. Mas para percebê-la é preciso ligar-se muito com o divino, meditar muito. É necessário entender bem a essência dos ensinamentos, porém mais que entendê-la é bom senti-la e melhor que senti-la é vivê-la. E mais importante ainda é ser. Porque quando somos simplesmente, não contemos erros no entendimento e ninguém nos vende um falso sábio, um pseudo-salvador da humanidade.

Que o homem não entenda errado os ensinamentos do Mestre Jesus. Não precisa analisá-los, mas sim senti-los e assim não haverá condição de errar. Quando se tenta analisá-los para tirar proveitos pessoais, isto é, estar na espiritualidade para, em certos momentos, ter alguma vantagem para o ego profano, cai-se em erro. As pessoas que vivem no ego profano têm a tendência de desafiar aquele que ensina a unidade com o Cristo Universal. Muitos desafiaram o Mestre Jesus porque ele era um com o Cristo, era o próprio Cristo.

O Mestre Jesus disse que um homem pose ser perseguido por outro, não por ele ser mau, mas muitas vezes porque ele é bom. Isso aconteceu com ele próprio. Aquele que é um com a justiça divina é visto pelos homens como uma força hostil. O homem que é consciente da Verdade Suprema vive no estado sem ego e convida silenciosamente ao seu semelhante a ser como ele é: benevolente, pleno no conhecimento supremo e confiante em que é uno com o Ser Divino. Mas os que vivem no ego profano não entendem o sublime convite e atacam-no, atribuindo-lhe injustas ofensas, não compreendendo esse ser, que é um exemplo de libertação de todos os males provocados pela inconsciência espiritual.



Fonte: SER
Sri Maha Krishna Swami

26/11/2011

QUANDO O MESTRE APARECE


A senda da meditação não é difícil. Pela prática constante a mente se torna submissa, tranquila e finalmente se dissolve no Ser Supremo. Deve-se praticar essa disciplina com invariável firmeza e não deixar passar um dia se quer sem ela. Na hora estabelecida, deve o aspirante, com ou sem vontade, todos os dias sentar-se para a prática da meditação. Aquele que assim agir, em pouco tempo alcançará interesse profundo pela prática da meditação, e crescerá um amor intenso pelo Divino.

Aqueles que não tiverem a oportunidade de encontrarem o Mestre ou que estão impossibilitados de chegar até o mesmo, podem repetir silenciosamente, dentro da cabeça, o mantra SHIVO-HAM, ou qualquer outro nome sagrado, por exemplo, o de um Mestre que mais lhes agradar. Esta prática não lhes trará a auto-realização, mas tornará a mente calma, pura e submissa, até que chegue a hora de receberem a força da iniciação que os levará automaticamente ao caminho da auto-realização espiritual.

Aquele que usa corretamente o mantra entra em grande união, facilita a auto-entrega. Faça então com que sua auto-segurança no mantra seja realmente imperturbável e repita-o a todo instante. Com o tempo será consciente do poder supremo do mantra. Esse poder lhe trará virtudes tais como: harmonia, simplicidade, equilíbrio, paciência, serenidade e Amor Universal.

Jesus afirma: "O Ser Supremo se manifesta no coração de todos". Portanto, devemos ser puros de coração. Seu lar é o coração dos puros. Quando se tornar puro e todas as impurezas do passado se apagarem para sempre, o homem alcançará a consciência do Divino Ser.

Deve-se também comer alimentos puros e nutritivos que sejam de digestão fácil e evitar todos os alimentos excitantes ou que produzam torpor. Os alimentos impuros seguram a mente e o ego profano. A alimentação pura conserva o corpo livre de doenças. A saúde perfeita é imprescindível para as disciplinas espirituais dos discípulos. Deve-se comer pouco após o Sol se pôr. Assim se poderá praticar a Sagrada Meditação.

Jamais se deve dormir com as janelas totalmente fechadas porque, quando se dorme, o corpo físico absorve do corpo astral os acúmulos psíquicos. Estes, sendo liberados pelos poros, exalam fluidos de mal cheiro, pois são as imundices do corpo astral. Se o ambiente onde se dorme permanecer fechado, elas são respiradas. É como se as absorvêssemos novamente.



Fonte: Verdade Suprema
Sri Maha Krishna Swami

19/11/2011

SUPREMA MANIFESTAÇÃO


Enquanto os homens hostilizarem a suprema manifestação, serão hostilizados por ela, porque lhes será negado o necessário para a fida física. Assim age a lei de causas e efeitos. Recolhe-se de acordo com o que foi semeado. Quem semear espinhos colherá espinhos, mas quem semear trigo colherá a essência do pão que nutre e sacia.






Fonte: Palavras de sabedoria
Sri Maha Krishna Swami

12/11/2011

O SOM PROMETIDO


Om Param Bhakti
É o som prometido
Há milhares de anos.
É o doce som divino
Que os seres da Terra,
Escolhidos para formar
A Comunidade dos Eleitos,
Entoarão.

O Ancião dos Dias,
A Consciência Absoluta,
Que traz em suas mãos
O Livro da Vida,
Revela o som sagrado
E a meditação profunda.

É o som do Ser,
Que amansa os corações,
Neutraliza a mente pensante,
Harmoniza todos os sistemas
Físicos e etéricos.

Om Param Bhakti
Traz o amor supremo,
Que é a virtude-base
Para a conscientização
Do Ser Absoluto.

O som prometido
Está na Terra,
Nos quatro cantos do universo,
E está sendo revelado agora,
Nesta época,
Na Terra do Cruzeiro.
É o som entoado
Por seres vestidos de branco,
É o som que jamais
Tinha sido ouvido
Na face da Terra.




Fonte: Maha Gita purusham do Bem-aventurado.
Sri Maha Krishna Swami



04/11/2011

O CAMINHO DA VIDA


Sinto a Luz do Ser
Emanando e penetrando em nós
Para despertar o poder da criança.

Sinto tudo:
A vida, o afeto,
A flor e o Sol,
O vôo das abelhas,
O aroma das matas,
A chuva escorrendo
No rosto e no peito,
A essência do som,
O silêncio dos céus.

Sinto
A devoção sublimada, sentida,
O mantra explodindo,
Emanando amor,
Alegria, afeição, doçura,
E por ele eu transcendo
O mundo ilusório.

Sinto a força do bem
Engolindo o mal.
E o beijo do vento
Me faz silenciar.

Sinto o silêncio
Nas flores e nas folhas,
Nos olhos amados,
Nos frutos dourados,
Nas linhas suaves
De um rosto esculpido
Com traços de paz.



Fonte: O Círculo de Luz
Sri Maha Krishna Swami

22/10/2011

A FORÇA CRÍSTICA


Sou o sabor da águas,
O brilho do Sol refletido na Lua
E em todos os astros que há no céu;
Os ensinamentos
E o poder de todas as escrituras.
Sou o Som Sagrado do éter,
Do prana primordial
E o poder do homens.
Sou a pura fragrância das terras
E o brilho do fogo.
Sou a vida em todos os seres,
A natureza tão harmoniosa,
Ativa e vigorosa.


Fonte: O círculo de Luz
Sri Maha Krishna Swami

15/10/2011

O SILÊNCIO DA UNIDADE

Falar do Ser é difícil, pois o ato de falar é
dualidade e o Ser é unidade. O Ser é sentido e
esse sentir da verdadeira essência transcende as
palavras, os pensamentos. Não há qualquer palavra
capaz de transmitir com exatidão o que é o
Ser. Ele é plenamente sentido no silêncio supremo.
Quando se está em silêncio, existe um desligamento
do mundo dual, chamado exterior, e o que resta é
sentir o divino, a paz interior.

É possível ouvir esse silêncio, e quando se fala
em ouvi-lo, está-se referindo à necessidade de
se fazer calar qualquer som que proceda da
mente pensante, dos sentidos, do intelecto. É a
busca do silêncio divino, supremo, não só em
cada pessoa, mas também no universo todo.
Quando se sente este silêncio supremo, sente-se
aquilo que se é em essência. Para se ouvir esse
silêncio é preciso estar livre do ego, dos ódios,
dos rancores, das mágoas, dos desejos.




Fonte:Emancipação-Sutra Maha Devi
Sri Maha Krishna Swami

01/10/2011

MEDITAÇÃO

Ao mergulhar fundo,
Pela meditação,
No lado direito do peito,
Entra-se em
Poderosa atitude silenciosa,
Onde os pensamentos desaparecem
E o estado de consciência
Surge então como
"Sou o Ser".

Quando o Ser brilha,
A escuridão desaparece.
A aflição cessa
E só o sentir da
Eterna paz permanece.

Esta é toda a Verdade,
Esta é a voz do silêncio,
A voz do Ser Supremo
Que fala através da
Intuição pura.



Fonte: Sri Maha Krishna Swami

17/09/2011

ESTADO NATURAL DE SER


Permaneça no estado natural de ser,
A sua Verdade é inamovível.
Todas as coisas têm uma mesma origem.
Em todas, a essência divina resplandece
E, uma por uma, retorna,
No momento oportuno, à sua origem.
Retornar a seu princípio é conscientizar-se.
Conscientizar-se é reencontrar
O estado natural de ser.
O retorno ao estado natural é sentir,
De novo, a essência divina.
O retorno à essência divina
É unir-se à eternidade.
O que conhece o Eterno e a sua sabedoria
É bem-aventurado,
O que desconhece o saber do Eterno
Está na miséria.
Quem conhece a Verdade do Eterno
Tudo possui,
Quem é justo com os demais
É como o Sol.
Quem é como o Sol
É semelhante ao Ser Supremo
Que a todos ilumina com seu esplendor.
O Ser Supremo é o caminho direto.



Fonte: O Homem de Aquário
Sri Maha Krishna Swami

06/09/2011

RENÚNCIA

A verdadeira renúncia consiste na abstenção dos frutos de todas as ações. O atos devem ser praticados, mas sem apego aos seus resultados. Não é correto alguém abster-se de uma ação inerente a sua própria condição. Quem se abstém da ação para evitar  incômodos corporais nada ganha com essa renúncia. Quem não tem repugnância em fazer aquilo que não lhe traz proveito e não tem desejo do que lhe é vantajoso; quem é prudente e não nutre dúvida alguma, é um verdadeiro renunciado.

As obras do homem que aniquilou em si o apego e mantém-se firma na Sabedoria Sagrada são como inexistentes para ele. Muito devotos adoram o Princípio Divino através do Amor Universal; outros oferecem sacrifícios de abnegação, renunciando ao que é agradável ao ouvido, à vista e aos outros sentidos; outros dirigem preces e hinos ao Divino; outros renunciam à riqueza e fazem votos de penitência, ou dedicam-se à procura da Verdade, meditando silenciosamente. Outros praticam a respiração sagrada e, pondo em harmonia o hálito interior e o exterior, dominam a inspiração e a expiração pelo poder da vontade; outros praticam abstinência e jejuns e esforçam-se por sacrificar a vida material à vida espiritual. 

Todos oferecem sacrifícios, ainda que diferentes modos, e todos obtém méritos por suas observâncias. Há muitas virtudes na moderação e no domínio de si mesmos, e assim tornam-se conscientes da Essência Suprema que não é separada deles. Melhor, porém, do que o sacrifício de objetos e coisas, e entregar-se às práticas da meditação e devoção para se chegar ao conhecimento perfeito de si mesmo. Os sábios que possuem a sabedoria interior estão prontos para ajudar aqueles que procuram a Verdade Suprema.



Fonte: Verdade Suprema
Sri Maha Krishna Swami

27/08/2011

O AGIR

O motivo das ações deve ser sempre o cumprimento do supremo dever. As obras devem ser feitas sem se procurarem recompensas, sem preocupação com o sucesso ou insucesso, com ganho ou prejuízo pessoal.
Não se deve cair, porém, em ociosidade e inação, como acontece facilmente aos que perderam as esperanças somente por sempre esperar recompensas de suas ações. Aqueles que baseiam o seu bem-estar só nas ações perdem a felicidade e a paz e caem na miséria e no descontentamento. Mas quem atingiu a Consciência Suprema é capaz de elevar-se acima dos resultados bons e maus.
Aquele que é capaz de perceber a sua unidade com o Ser Supremo fica livre dos efeitos das ações. O sábio que conhece essa verdade, pratica ações sem esperar recompensa, e assim alcança a autolibertação espiritual. Suas obras são livres de esperanças egoístas e, por ter renunciado aos frutos das ações, confia na Força Divina e assim está sempre em inação, ainda que trabalhe, porque não age para a sua pessoa, mas deixa agir por si a Força Divina. Não espere lucro, não receia perda, de nada depende. Está sempre contente. É livre de inveja, conserva o ânimo tanto no sucesso como no insucesso. Faz sempre o melhor que pode, sem se apegar à obra que executa.




Fonte Sri Maha Krishna Swami
Verdade Suprema

13/08/2011

EM BUSCA DO SER FELICIDADE





Os homens procuram felicidade não porque a felicidade seja apenas um deleite, mas porque ela é o seu próprio ser. Portanto, o ser humano, procurando a felicidade, não faz outra coisa senão procurar a si mesmo. O que dá ao ser humano o desejo de procurar a felicidade é o sentimento de haver perdido alguma coisa que ele sempre possuiu, que lhe pertencia, que era o seu verdadeiro ser. A ausência de felicidade que um espírito experimenta desde o dia que nasceu na Terra e que aumenta cada dia mais, faz com que os seres humanos se esqueçam que seu próprio ser é a verdadeira felicidade. Pensam que a felicidade é alguma coisa que se adquire, e por pensar que a felicidade é alguma coisa a ser adquirida, os seres humanos lutam constantemente em todas as direções para obtê-la. E, finalmente, acontece a catástrofe. Descobrem que depois de todos os esforços, a verdadeira felicidade não está no que eles chamam prazeres. Os prazeres do mundo pode ser uma sobra muito tênue da felicidade real. Há uma ilusão de felicidade, pois toda ilusão que se põe ao lado da felicidade, é mais interessante para a maioria dos homens que a própria realidade. Uma felicidade momentânea, uma felicidade efêmera, uma felicidade que depende de algo exterior é o que se chama de prazer. Muito frequentemente confundimos em nossa mente a diferença que existe entre prazer e felicidade. Um divertimento, um passatempo qualquer, um deleite que afasta o nosso pensamento das responsabilidades, das fadigas e limitações de vida e nos dá um momento de consolação levam os seres humanos a pensar que estes caminhos são os da felicidade. Como não se pode ter tudo isso e como às vezes nos apercebemos que estamos procurando o que se chama prazer, a perda é algumas vezes maior que o lucro; começamos então a procurar o que realmente seja um meio de encontrar a felicidade. Aqui o ser humano desperta seu espírito para procurar os mistérios da religião, o senso na filosofia, os segredos da mente e do misticismo. Tudo que possa ajudá-lo a encontrar a tão venerada felicidade, mas ainda isto não é propriamente a felicidade. A mente e o corpo são meios. É por estes meios que o ser humano experimente a vida mais integralmente, mais claramente, porém não são eles a felicidade. A essência do ser interior é a única felicidade.



Fonte: Planeta especial
Sri Maha Krishna Swami

05/08/2011

O PÃO QUE SACIA

Os inconscientes não comentam
A fome espiritual dos que,
Sem o pão da vida,
Não conhecem a Força Suprema.

Quem se alimenta
Do nefasto ego profano
Não conhece o amor divino que
Há nos ensinamentos do Cristo,
Que é o Pão,
A Força que alimenta.

O que se come entre
O Pão e a Essência
É a fraqueza e a fome exposta
Na mesa das esperanças.

O que realmente alimenta
Não é dessa esperança
Com que os homens se auto-enganam.
Eles envenenam-se com o ego
Do qual se alimentam
E não conhecem o Pão
Que nutre e sacia a fome,
Que come a fome.

Comam o Pão que sacia a fome.
Esse é o nosso Pão.


Fonte:Maha Gita purusham do Bem-aventurado
Sri Maha Krishna Swami

31/07/2011

A PACIÊNCIA É UMA VIRTUDE DIVINA.

A impaciência é a falta de discernimento do que acontece no eterno presente. Devemos amar e respeitar a todos os seres. Respeito é a gratidão a todas as pessoas. Devemos estar felizes e aceitar as experiências de vida de bom grado. Aquele que tem discernimento, que se libertou do egoísmo, que conquistou a tranquilidade e outras virtudes como a paciência, a quietude e a segurança, está capacitado para sentir a Paz Suprema.



Fonte: Palavras de Sabedoria
Sri. Maha Krishna Swami

22/07/2011

A NOSSA MISSÃO

A nossa missão é: revelar a sagrada maha yoga, a grande união universal...
A nossa missão é: ensinar a moral, o trabalho, a verdade, a compaixão, a devoção, a meditação e a submissão ao Cristo universal...
A nossa missão é: eliminar o mistério das coisas. Pregar a morte lenta da mente e do ego profano, que usurpam a realidade do Ser Universal...
A nossa missão é: fazer andar os pés que não andam...
A nossa missão é: despertar o amor eterno para que os amores que não são, realmente sejam...
A nossa missão é: ensinar que a auto-pesquisa é o único meio de conhecer a nossa verdadeira identidade: a divina. Nós somos divinos em essência.
A nossa missão é: ensinar ao mundo a libertação dos terríveis ciclos de nascimentos e m ortes...
A nossa missão é: amansar o coração dos inimigos a acalmar as suas mentes, porque está bem explícito nas nossas escrituras:
"As forças do mal não prevalecerão sobre vós - e sobre vós levantarei o templo universal"
A nossa missão é: chamar com fé a lentidão das idades; unir o céu e a terra e gerar novas consciências e vesti-las de túnicas brancas.



Fonte: Maha-Ioga-A Verdade Universal
Sri Maha Krishna Swami

16/07/2011

TERÃO QUE AGIR

Não se deve cultivar desejos,
Pois quem o faz
Despreza a vida
No seu sentido verdadeiro.
Onde reina a impiedade
O homem se corrompe,
E onde o homem está corrompido
Desaparece a pureza.
A consequência de tal corrupção
É a inconsciência da
Essência Divina.

Os homens estão presos
A este mundo
Porque agem com o fim
De obter recompensas.
Estão apegados
Aos objetos dos desejos
E por isso cansam-se
Na escravidão dos sentidos.
Para se libertarem
Terão que agir movidos
Pelo amor supremo.




Fonte: Maha Githa purusham do Bem-aventurado
Sri Maha Krishna Swami

09/07/2011

A ILUSÃO DO PROGRESSO





Venham levitar, por um instante,
Acima do mundo profano
E aprender com os puros.
Venham nascer nos tempos idos
Das cavernas escuras,
Reviver entre a inocência
Dos seres primitivos
E das feras sem maldade.
Venham, por um instante,
Avançar para trás,
Evoluir até nossos ancestrais
Ingênuos e puros.
Venham sentir a paz
Na selva do pré-homem.



Fonte:O Homem de Aquário
Sri Maha Krishna Swami

02/07/2011

SIMPLICIDADE DOS ENSINAMENTOS




Vivamos felizes, Sem odiar os que nos odeiam.
Habitemos entre os homens cheios de ódio
Sem odiá-los.
Vivamos felizes, sem ser enfermos
No meio dos que o são.
Habitemos entre os enfermos
Sem o ser.
Vivamos felizes, sem cansaço,
No meio de homens cansados
Do constante renascer.
Habitemos entre os homens
Ajudando-os, sem sofrer.
Vivamos felizes,
Nós que nada possuímos.
Seja a alegria o nosso alimento,
Como é a luz do Sol
Para o universo inteiro.



Fonte: O Homem de Aquário
Sri Maha Krishna Swami

24/06/2011

A VERDADE ABSOLUTA




Inútil é o estudo dos livros sagrados se a Suprema Verdade não é sentida, pois a libertação não é obtida pela simples alusão ao Eterno, mas sim pela experiência imediata dele.Sem se conhecer a realidade do Ser, nenhuma libertação pode ser obtida por meras palavras. Os textos religiosos ou qualquer classe da erudição trazem um pouco de alegria ao instruído, mas isso não serve em absoluto para a autolibertação. A realidade do Divino Ser deve ser procurada com seriedade, sob a orientação de alguém que já seja consciente dessa realidade.

O Ser Supremo manifesta-se claramente nos estados de vigília, sonho e sono profundo. Faz sentir-se como existência, conhecimento e bem-aventurança. O homem deve conhecê-lo, pois ele é a sua real essência e se reflete no lado direito do peito. Assim, com a prática da meditação, transcendendo a mente, o corpo e os sentidos, é possível tomar consciência dessa Verdade Suprema. Realizando-a conscientemente, o homem se autoliberta. A causa da libertação é a realização da identidade com o Ser Divino. Esta é a única realidade, porque nada mais existe além do Divino Ser Universal.




Fonte: O Caminho da Não Dualidade.
Sri Maha Krishna SWami

18/06/2011

CHAMADO




A noite lava este planeta
Como uma chuva forte,
Intensa de libertação.
É preciso esquecer
O cotidiano.
E aniquilar a mente pensante.
E deixar que eu penetre.
Por que esse abandono?
De noites molhadas?
De chuvas que choram?
De madrugadas que não despertam?
Se os vossos poros pudessem
Dilatar-se para
Um eterno...um pouco de infinito...
Voltai-vos o coração para mim...
Eu posso penetrar
Entre os braços das árvores...
Penetrar todos os silêncios...
Acalmar todos os segredos.
Apagar todos os mistérios.
E posso purificar
Esses sonhos
Que não são.
Eu posso tirar
Um pouco as coisas que
Nunca existiram...
Eis a minha infinidade
De mãos...
E olhos de justiça,
Paz e amor universal.
Não posso sorrir
O cansaço de todos os que
Não viveram.



Fonte: Planeta
Sri Maha Krishna Suami

12/06/2011

O SER SUPREMO



Se fosse obrigado
A dar um nome à Verdade,
Chamá-la-ia de Ser.
E se fosse obrigado
A dar um nome ao Ser,
Chamá-lo-ia de Verdade.
Ela inunda de paz a aparente manifestação,
É sublime, ultrapassa os pensamentos e formas.

O altar do Ser é o universo.
O Sol e a Lua se inclinam diante dele.
A Luz dourada do Ser Supremo
Derrama os seus raios refulgentes
Sobre aqueles que meditam.
Seu brilho atravessa
As nuvens espessas da inconsciência.

Só pode ser um com o Ser Divino
Aquele que pisa os ventos
Por cima das ondas,
E seus passos
Não tocam as águas.

Pela unidade com o Ser Supremo
O céu atingiu a claridade;
A Terra, a estabilidade;
O espírito, a atividade;
O sábio, a plenitude.
Pela unidade,
Todos os seres atingiram a existência.

Afirma o Pacificador:
Se o céu não tivesse a essência
Pela qual se move,
Poderia escurecer-se.
Se a Terra não tivesse a essência divina
Pela qual é estável,
Poderia desfazer-se;
Se os espíritos não tivessem a essência
Pela qual são ativos,
Poderiam deter-se;
Se o sábio não tivesse a essência
Pela qual ele está pleno de virtude,
Poderia desvirtuar-se;
Se tudo não tivesse a essência
Pela qual permanece,
Poderia extinguir-se.

Todas as coisas do universo provêm do Ser.
Assim sendo, para ele tudo converge
E nele repousa.

O Ser Supremo resplandece
Em todas as direções imagináveis;
Sustenta, nutre a manifestação,
Realiza sua obra, nada reclama para si
Nem domina sobre ela.
Todas as coisas têm origem nele,
Mas, em troca, nada exige.
Não se considera
Criador, sustentador ou transformador,
Grande ou pequeno, forte ou fraco.
O Ser Supremo só resplandece.



Fonte: O Homem de Aquário
Sri Maha Krishna Swami.

20/05/2011

O AMOR SUPREMO




O Amor Supremo é a chave da vida. Seu influxo move o universo inteiro. Aquele que viver um só sentir do Amor Divino em todas as coisas, esse encontrará a felicidade Perfeita. O Amor é a maior dádiva na vida e também o maior poder universal, pois ele é a própria essência, a razão de ser para a existência. O Amor é a fonte, a origem. Ele também é o fim. Aquele que não viver no amor, que não conhecer o Amor Supremo, vive na noite da inconsciência.





Fonte: Palavras de Sabedoria
Sri Maha Krishna Swami

13/05/2011

LA MENTE OPRESORA

Los valores de los hombres en su formulación son justos y dignos. Existe hasta una bella declaración universal de los derechos humanos. Entretanto no es necesario ser un buen observador para notar que esos valores son apenas teóricos. Su aplicación práctica ha demostrado ser desastrosa. La injusticia social siempre estuvo presente, las personas menosprecian a sus semejantes y, últimamente, la naturaleza fue sacudida en su equilibrio por la interferencia descontrolada de la tecnología. Las acciones humanas son dirigidas por la mente pensante, y por esto los hombres se dicen "racionales", guiados por el raciocinio. La mente ha sido objeto de culto por los hombres, que no percibieron aún que ella es la causa de todos sus males.

Al hablarse de la mente como la raíz de todos los males, se está haciendo referencia a la mente llamada pensante, que es un aglomerado de pensamientos y genera la idea de ego, que es tan perjudicial como la propia mente. No obstante, existe la mente que puede ser llamada de positiva, que produce buenos frutos. En ese caso, no podemos llamarla mente, pues es ante todo, un reflejo de la intuición pura que actúa en los seres humanos, inspirándolos a actuar de forma armoniosa. Esa intución es un recuerdo del Ser Divino que todos son, y ella se manifiesta con mayor o menor intensidad en las personas.




Fonte: Ramana Mi Maestro
Sri Maha Krishna Swami

06/05/2011

A VINDA




Vem, suprema força
Conforme o desejo divino.
Vem solene com as mãos estendidas
Para nós e leva-nos em direção
À divina consciência.
Dirige para nós os teus grandes olhos de justiça.

Dirige para nós o teu fogo celeste.
Faz de nosso corpo físico, mente e espírito
Luz, só luz.

Apaga todas as diferenças
Que de longe carregamos.
Apaga todos os caminhos misteriosos
Que surgem na nossa frente
E deixa só a luz e outra luz e mais outra,
No caminho a percorrer dentro de nós.



Fonte: Planeta Especial
Sri Maha Krishna Swami

29/04/2011

ERUDIÇÃO PODE DETERMINAR IGNORÂNCIA

RAMAKRISHNA, É UM DESSES EXEMPLOS, ANALFABETO SÁBIO.




A grande maioria nada aprende de si mesmas. Todas as informações e conhecimentos elas recebem de terceiros. Porém o autoconhecimento é necessário se se pretende viver a sabedoria suprema. Quando a pessoa começa a viver ensinamentos que provêm dela mesma, de sua própria intuição, encontra o verdadeiro significado de sua existência na Terra. Deve-se também aprender com os outros, mas existem aquele que nem conhecem o alfabeto e, no entanto, estão repletos da sabedoria do Eterno. Os sábios vivem a Verdade plenamente, independente de terem-na aprendido ou não. Aquele que se conscientiza da Verdade e a põe em prática purifica seu coração. De outro modo, o mero conhecimento dos textos sagrados tornaria a pessoa falsa e profanadora.

A consciência da Verdade Suprema deve ser o principal objetivo do homem. Quem desconhece sua própria identidade é ignorante, por mais profunda que seja sua erudição, porque escrever, ler ou falar de assuntos espirituais de nada vale se isso não for transformado em ação, em virtudes divinas. A compaixão, a devoção, a meditação, o estado natural, o pleno discernimento, a consciência do divino, o amor supremo em todos os seus aspectos são virtudes. As qualidades da inteligência ativa passam pela mente. Podem ser de origem divina, mas não são totalmente divinas porque são utilizadas para as realizações práticas. O conhecimento de tudo isso é uma qualidade, mas o conhecimento não é a conscientização. O conhecimento é apenas um caminho que se apresenta.




Fonte: Emancipação
Sutra Maha Devi.

19/04/2011

O ERRO JAMAIS DEVE SER JUSTIFICADO




As pessoas vivem constantemente reclamando das das condições de vida, de outros que as oprimem ou magoam e justificam seus erros dizendo que são seres humanos e errar é natural. Porém não é correto esse modo de se encarar a vida. É preciso parar de justificar o humano que erra e conscientizar-se do Ser que todos são em essência. É uma questão de focalizar-se apenas no substantivo, que é a essência, e deixar o adjetivo,que é o acidental. É preciso apenas Ser, em toda a plenitude. O acidental, o humano, que é o ego, vive preso por si próprio, carregado de desejos, apegos, dores, lamentações, prazeres efêmeros. Para ilustrar a condição em que vivem as pessoas dominadas pelo ego, pode-se compará-las às abelhas.

É muito interessante o processo como as abelhas se comportam. Só nasce uma abelha-rainha numa colmeia para que as outras sobrevivam, orientem-se e não se dispersem. Ela nunca sai da colmeia e, no entanto, orienta todas as outras abelhas. Estas, que são incapacitadas de viverem sozinhas, para não perderem a líder chegam até a mutilar o corpo da abelha-rainha para evitar que ela saia da colmeia e deixe de orientá-las. Todas trabalham muito para garantir que a rainha sobreviva o maior tempo possível e assim possam viver de maneira organizada. Elas se escravizam por isso. Porém são escravas porque não possuem outra condição. Vivem em consciência grupal. O homem vive de maneira muito parecida com essa consciência de grupo. Ele tem condições de ser liberto, mas sempre busca alguém, como uma abelha-rainha, para lhe indicar a maneira de como se comportar. Prefere que lhe seja dito o que fazer e nunca toma as iniciativas para sua própria emancipação espiritual e assim torna-se escravo de suas limitações. Busca apenas as coisas materiais e não se empenha num caminho de autoconscientização. Se alguém lhe fala sobre a libertação dos ciclos de sofrimentos, ele não aceita, acha difícil. Pensa ser muito mais fácil fazer dos seus desejos uma abelha-rainha e viver escravizados por eles.





Fonte: Emancipação
Sutra Maha Devi

15/04/2011

UNIDADE

Assim como os pássaros
Não abandonam as alturas,
Assim como os peixes
Não deixam o mar,
Assim como as árvores
Não se cansam de florir,
Assim como as águas
Não se negam a correr,
Assim como o Sol doa energia
Sem se esgotar,
Assim como a terra nutre e acolhe
Sem se queixar,
Assim também o homem
Deve meditar
O Som Sagrado do Divino Ser,
Seguir seu estado natural
E conscientizar a Verdade
Na sua total plenitude.




Fonte: O Círculo de Luz
Sri Maha Krishna Swami

01/04/2011

VAMOS PISAR DESCALÇOS A RELVA DE TODOS OS CAMPOS



Não havia então não-existência,
Não havia o reino do ar e o espaço,
Nem o firmamento por trás dele.
Não havia a morte, nem havia algo imortal,
Não havia sinal ali, a divisar o dia e a noite.
A vida sem vida vivia por sua própria natureza,
Além dela nada havia.
As trevas lá estavam,
A princípio, escondidas em suas próprias trevas.
Tudo era caos indiscriminado.
Tudo o que existia então era vazio e disforme.
Mas pelo Grande Poder nasceu
A indescritível Unidade.

O Sat Guru Dev
É a Força Criadora.
Todo o universo foi emanado dele,
E a felicidade perfeita é a sua morada.

Água, ar, terra, fogo, éter.
Com esses elementos ele criou
As esferas rodopiantes do espaço.
Em algumas delas
As grandes transformações se processam,
Mas ele pode parar o tempo
Para que os seres se harmonizem
E, conscientemente, unam-se
À Força Criadora,
Integrem-se ao universo cósmico
E vivam a felicidade eterna.

Alguém quer roubar o mundo
Debaixo de meus pés.
E eu giro sem cessar
Como uma folha seca
Pairando no espaço.

Sabe, alguém quer
Queimar a paisagem
Diante de meus olhos.
Esse alguém trama
Contra o universo.
Em verdade,
Alguém quer escurecer o Sol,
Secar os rios, as nascentes,
Calar os pássaros
E tirar a cor da natureza.

Como é possível viver
Sem o verde das matas,
Sem o azul do céu,
Sem as canções dos pássaros,
Sem a doçura dos animais,
Sem o néctar das flores,
Sem o trigo, sem o pão de cada dia?

Diga,
Como se pode viver
Sem o clarão da alvorada?

Criar uma florzinha
É um labor de séculos.
Por que então cortar a planta
Que bondosamente a doa?





Fonte: O Círculo de luz
Sri Maha Krishna Swami

11/03/2011

VAMOS ANDAR PELO INFINITO AFORA




A meditação
Cresceu no silêncio.
Matou o ego
No vácuo do nada.
Matou a ideia
No abismo da mente.
Matou a mente
No vácuo da ideia.
Parei no vazio
Preenchido de nada.

A espiritualidade conduz à felicidade.
Através da meditação a dor é neutralizada.
Siga pelo caminho da autoconscientização
E torne-se Um com a eternidade.

Não procure os prazeres de um paraíso imaginário,
Não tema as adversidades
Porque o que estiver por acontecer
Assim como vem,
Igualmente vai.
Não se torture com sonhos vazios.

De que valem seus lamentos,
Suas penas e austeridades?
De que valem as promessas,
Peregrinações e os rituais vazios,
Se você não conhece
O caminho direto para a autoconscientização?

Procure em você mesmo,
No lado direito do peito,
Pela consciência do Ser-Sem-Forma,
Onde o amor universal desabrocha
Em roseiras sem espinhos.

Com o seu coração refugiado no Som Sagrado
Medite e devocione,
E obtenha a bem-aventurança
Do estado sem ego.






Fonte: O Círculo de Luz
Sri Maha Krishna Swami

04/03/2011

RAMANA MEU MESTRE





Bhagavan Sri Ramana Maharshi foi o Mestre que revelou de forma clara e definitiva a mais pura essência de ser. Seus ensinamentos, simples e incontestáveis, mostram a sabedoria milenar dos Mestres do Oriente. Porém, Ramana não pode ser rotulado como mais um dos Mestres do Oriente, limitado a um tempo e a um espaço: final do século XIX até a metade século XX, Índia. Seus ensinamentos estão além do tempo e das palavras.

Sri Ramana, desde de muito jovem, foi reconhecido como um grande Avatar por todos os sábios e pelas pessoas que o visitavam. Na Índia, pelas características do povo, há maior facilidade para se reconhecer um Mestre, um ser iluminado. No Ocidente, devido ao grande interesse por bens materiais, os Mestres eram vistos apenas como figuras singulares, interessantes para se conhecer numa viagem turística e pertencerem a um álbum de fotografias esquecido. Porém com Sri Ramana aconteceu um fato diverso: sua presença impressionava profundamente a quem dele se aproximava para ouvir seus ensinamentos, e todos sentiam nele uma força, ou uma paz, ou uma luz, enfim, algo maravilhoso que transcende as palavras. Seu olhar e seu sorriso mudaram para sempre a história dos homens.

Sri Ramana ensinou que não há mistérios para serem desvendados, não há enigmas para serem decifrados, não há graus para serem atingidos. Tudo é simples e natural. Somos o que somos. Simplesmente somos o Ser. As explicações complexas, os estudos misteriosos, as dificuldades quase intransponíveis para a autoconscientização podem ser definitivamente abandonados devido aos ensinamentos de Bhagavan Sri Ramana. O caminho do autoconhecimento trazido por ele não é novo, por ser a revelação daquilo que sempre fomos. Sua clareza e simplicidade são surpreendentes. Se tudo é tão simples e claro, como pôde haver tantos equívocos, durante tanto tempo, no conhecimento da Verdade?

Bhagavan Sri Ramana, o sábio dos sábios, vivia em constante união com o Ser Supremo. Quando ministrava seus ensinamentos, fazia-o afirmando com muita simplicidade. Não havia qualquer dúvida sobre o caminho direto da autoconscientização por ele ensinado. Não existia problema com relação à revelação da Verdade, pois quem fazia revelação a quem, num estado muito além da forma? Todo ensinamento do Mestre Ramana é uma manifestação divina. Lembro-me, uma vez. que um de nós perguntou se ele sabia tudo sobre a manifestação, e Bhagavan Sri Ramana respondeu sorrindo: "Eu não sei nada, apenas sinto".





Fonte: Ramana Meu Mestre
Sri Maha Krishna Swami

26/02/2011

RUMO À LUZ




Hoje o céu vestiu-se de dourado.
Tudo foi estrelas:
O mar, as velas, os barcos, as gaivotas.
O dia eternizou-se.

Venha ver as flores da água constelada
E a clave redonda do rápido universo.
Venha tocar o fogo do Sol dourado,
Venha, antes que as pétalas
E os dias se consumam.
Não há aqui se não Luz
E espaços abertos por virtude do vento.

Entre tantos azuis submersos
Perdem-se os nossos olhos adivinhando apenas
Os poderes da sutileza.
A chave da justiça
Está em nossas mãos.




O Círculo de Luz
Sri Maha Krishna Swami

11/02/2011

O FRUTO DA AÇÃO





Façam todo o bem
E evitem todo o mal.
Encaminhem os homens
Na busca da verdade.
Como edificação
De suas vidas,
Renunciem aos frutos
Da ação praticada.

Devem interessar-se
Apenas pela ação
E nunca
Pelos resultados.
Os resultados cabem
A cada um que se beneficiar
Pela sua ação.

Que o fruto da ação
Não seja o seu motivo,
Nem a inação
Seja seu desapego.




Maha Gita purushan do Bem-aventurado
Sri Maha Krishna Swami

04/02/2011

DESAPEGO





Que imensa felicidade!

Ter deixado na distância
A manhã dos sonhos.

Ter coberto de luz
As mentiras das noites.

Ter abafado com a devoção
As falsas melodias das ilusões.

Ter guardado na memória
A verdade do Ser Supremo.

Ter gravado no meu íntimo
A rima das estrelas.

Ter desenhado na madrugada
A rosa-dos-ventos.

Ter matado na flor
A cor do ego profano.

Ter gravado em água e séculos
A impossibilidade
De toda fuga.



Fonte:Maga Gita purusham do Bem-aventurado
Sri Maha Krishna Swami

22/01/2011

LA MENTE OPRESORA

Los valores de los hombres en su formulación son justos Y dignos. Existe hasta una bella declaración universal de los derechos humanos. Entretanto no es necesario ser un buen observador para notar que esos valores son apenas teóricos. Su aplicación práctica ha demostrado ser desastrosa. La injusticia social siempre estuvo presente, las personas menosprecian a sus semejantes y, últimamente, la naturaleza fue sacudida en su equilibrio por la interferencia descontrolada de la tecnología. Las acciones humanas son dirigidas por la mente pensante, y por esto los hombres se dicen "racionales", guiados por el raciocinio. La mente ha sido objeto de culto por los hombres, que no percibieron aún que ella es la causa de todos sus males.

Al hablarse de la mente como la raíz de todos los males, se está haciendo referencia a la mente llamada pensante, que es un aglomerado de pensamientos y genera la idea de ego, que es tan perjudicial como la propia mente. No obstante, existe la mente que puede ser llamada de positiva, que produce buenos frutos. En ese caso, no podemos llamarla mente, pues es ante todo, un reflejo de la intuición pura que actúa en los seres humanos, inspirándolos a actuar de forma armoniosa. Esa intuición es un recuerdo del Ser Divino que todos son, y ella se manifiesta con mayor o menor intensidad en las personas.



Fonte: Ramana Mi Maestro
Sri Maha Krishna Swami

21/01/2011

MENTE, APENAS UM AGLOMERADO DE PENSAMENTOS




O homem imagina-se para pensar. Mas ele é escravo de seus próprios pensamentos, de seus próprios sentimenhttp://www.blogger.com/img/blank.giftos. O egoísmo, a cobiça, a inveja, a ira, a avareza, a malícia e uma infinidade de outras tendências desse gênero são expressões da mente pensante. Ela afasta a pessoa das virtudes divinas, distrai-lhe a atenção da Verdade Suprema e faz com que o falso lhe pareça verdadeiro. A mente pensante move-se em direção ao que é errôneo e impuro. Por isso, o esforço individual e a presença do Mestre são de essencial importância para se viver na não-dualidade.
A presença de um sábio, facilita a compreensão do caminho espiritual mais do que uma vida toda de erudição, pois diante do Mestre a força do ego e da mente pensante se desvanece, e sente-se a essência divina pela intuição pura.




Fonte: Emancipação
Sutra Maha Devi

14/01/2011

MEDITAÇÃO INICIÁTICA

Dê-me um minuto,
Apenas um.
Em troca, revelarei
O silêncio da meditação.

Dê-me mais um minuto
E lhe transmitirei
O segredo da contemplação.

Se me der mais um,
Ensinar-lhe-ei como sentir
A doçura da devoção.

E se ainda você tiver
Mais algum tempo,
Tornar-se-á um
Com a Eternidade.




Fonte:O Homem de Aquário
Sri Maha Krishna Swami

03/01/2011

CÂNTICO DO HOMEM DE AQUÁRIO



Ouça de bom grado
O som mântrico das nascentes,
Refresque seu rosto,
Aprenda bastante com elas.
Ande contente
No caminho direto da autoconscientização
Até você integrar-se na eternidade.

Ilumine a noite da inconsciência
E conscientize o Sol da Verdade
Numa manhã clara.
Brilhe na Luz dourada
Do dia que vem.
Abra as suas asas,
Sobrevoe os campos,
Dance com os cantos sagrados
Das aves do céu
E deixe fluir a paz.

Sinta os pássaros cantando
Nas asas do tempo,
A garganta abençoada
De som sagrado,
Os olhos cheios de Luz,
O corpo cintilando,
O peito aberto
Ao gosto do eterno presente.

Sinta os pássaros soltos
Nos campos aquecidos,
Nas flores manifestadas.
Sinta-os bebendo o Sol,
Cantado a noite,
Esperando a primavera
Da Justiça Divina
Que já alvoreceu.





Fonte: O Homem de Aquário
Sri Maha Krishna Swami