28/02/2013

"Façam todo o bem e evitem todo o mal. Encaminhem os homens na busca da Verdade. Como edificação de suas vidas, renunciem aos frutos da sua ação praticada. Devem interessa-se apenas pela ação e nunca pelos resultados. Os resultados cabem a cada um que se beneficiar pela sua ação. Que o fruto da ação não seja o seu motivo, nem a inação seja o seu desapego".


Fonte: Palavras de Sabedoria
            Sri Maha Krishna Swami.

O amor supremo nunca esteve oculto

"... As pessoas que dirigem os exércitos de guerra vão à igreja e ocupam os primeiros lugares. Sabem que Jesus disse "Amai-vos uns aos outros" e, no entanto, estão construindo ogivas nucleares e outras bombas poderosas para destruir os semelhantes. Isso significa que é conhecida a palavra, o rótulo. É muito fácil decorar e repetir a frase "Amai-vos uns aos outros, mas praticá-la é difícil para eles. Conhecem apenas a palavra, não a prática. Esse é o grande problema da Terra. De que adianta a pessoa decorar "Amai-vos uns aos outros" e viver odiando o seu semelhante, o que está ao lado?

Há pessoas que dizem que não precisam meditar porque já amam seus semelhantes. Mas, será que realmente amam os seus inimigos? Amar o amigo, todo mundo o faz. Porém, quando ficam irritados, brigam entre si. Entre os melhores amigos até se matam. Muitos até dizem que matam por amor. Amar o amigo é fácil, mas amar o inimigo é que é bom, porque isso nos faz neutros, fortes, faz-nos realizar o trabalho sem contaminação. O ódio do ego profano é cruel, mas a Força Suprema pode  transformar o ódio dos homens em amor, em compaixão e em boa vontade. A compaixão é tão grande quanto o universo. O conselho do Mestre Jesus é que todos amem os que desejam fazer o mal, pois o amor universal purifica. Os puros de coração não acusam, nunca querem ocultar suas culpas com falsa piedade e não molestam os que vivem a Verdade Suprema.

Amem seus inimigos, desejem tudo de bom para eles e mesmo para aqueles que os perseguem. Quem ofende é o ego profano e quem se ofende também é o ego profano. O ego não é a Verdade. O Ser Supremo é a Verdade e faz nascer o Sol sobre os justos e os injustos. Meditem, devocionem e assumam a sua verdadeira identidade, a divina. Unam-se com o Cristo. Só assim haverá paz e poderá ser sentido o amor supremo. Se se amar somente aqueles considerados amigos, denota apenas que o conhecimento do amor é puramente emocional. Esse amor não é real e nada tem a ver com o amor divino. Amar a nível mental e emocional não tem nada de essencial, pois os profanos fazem isso todos os dias e estão em total desarmonia.

Devemos elaborar-nos, entrar em harmonia com o nosso mundo, com o nosso semelhante que está em nós. É preciso conciliarmo-nos conosco mesmos e posteriormente teremos harmonia com os outros, automaticamente. Transmitiremos a paz mesmo que os que nos cercam nem a queiram. O nosso semelhante somos nós mesmos. Não adianta querer conciliarmo-nos com as pessoas, abraçá-las, dizer que as amamos e quando viramos-lhes as costas estarmos odiando da mesma maneira. É preciso meditar, devocionar, orar, vigiar e tudo será transformado..."

Fonte: Ser
           Sri Maha Krishna Swami

27/02/2013

NEUTRALIDADE


"Minha grande virtude
É a neutralidade.
A minha paz
É a paz suprema.


Sou bom para aqueles
Que são bons.
Para os que não são bons,
Sou eternamente bondoso
E de amor sem fim.


Para os  que se acreditam
Meus inimigos,
Sou tolerante
E peço tudo de bom
Para eles.


Com os inconscientes
Da Verdade Suprema
Sou compassivo, tolerante
E conduzo-os para
A conscientização
Do Divino Ser."

Fonte: Maha Gita Purusham do Bem Aventurado
           Sri Maha Krishna Swami

26/02/2013

"...A maioria dos homens, ao invés de dominar os órgãos dos sentidos, torna-se seu escravo. Quando os órgãos dos sentidos não fazem nada além de servir ao corpo, os apetites particulares relativos a cada um desses órgãos desaparecem.

Como consequência de um amor mal compreendido, os pais dão a seus filhos uma alimentação variada, estragando sua saúde e criando neles gostos artificiais. Quando essas crianças se tornam adultas, seus corpos já estão doentes. As consequências nefastas dessa fraqueza durante os primeiros anos tornam-nos presas fáceis da medicina.

A experiência mostra que o alimento de origem animal não convém àqueles que querem dominar suas paixões. O regime alimentar é um fator importante que não devemos negligenciar. Estar sempre pensando em comida prende a mente ao corpo físico. Esse é o caminho errado para livrar-se do constante desejo de comida. Não devemos nos preocupar demasiadamente com o que vamos comer.

Não se deve suprimir o paladar totalmente. O que deve ser expulso é o desejo, o apego, a avidez pela comida, é o fato de ficar exaltado ao conseguir comida de que se gosta, ou triste quando não a tem.

Muitos pensam que fazer longo jejum traz evolução espiritual. É uma idéia totalmente errônea. Ficar sem comer pode levar o discípulo à fraqueza de forças vitais do cérebro, ficando à deriva nos planos psíquicos, onde forças negativas do astral inferior se apossam do sistema nervoso, transformando a vítima em um infeliz fantoche, sem vontade própria.

A Maha Yoga não é para aquele que come em excesso nem para aquele que se abstém de comer. Bhagavan Sri Ramana nos dizia: “Devem fazer jejum só dos pensamentos, tanto bons como maus”.

Não se deve negligenciar a tendência de comer nem dar-lhe demasiado valor; temos que aprender a lidar com ela e purificá-la.

Deve-se desapegar da comida, aprendendo a considerá-la somente uma necessidade física, uma satisfação do estômago, nada mais. Perceber algo agradável ao paladar não é errado, apenas não se deve ter desejo ou ansiar por isso. Não se deve comer pelo desejo, mas sim para manter o corpo físico como veículo de evolução espiritual..."

Fonte: Verdade Suprema
           Sri Maha Krishna Swami

24/02/2013

Ser é melhor que ter

..."Muitos dizem não ter tempo para se dedicarem  à autopesquisa, à busca da verdade, pois querem tornar-se muito ricos, possuir muitas coisas. Acontece que ficam indigestos de compromissos materiais. Ganham tanto dinheiro que não têm como comprar nem sequer um mínimo de tranquilidade. E nem a simplicidade, que é uma virtude em todo o universo, conseguem ter.

O mal das pessoas é se valorizarem pelo ter. Sentem-se felizes quando os outros olham para as suas posses. Mas, em verdade, o que é realmente importante não é ter, mas ser. Quando se é íntegro, puro, simples, possui-se mais valor que aquele que se preocupa em ter muitos bens materiais. Os que são simples não possuem nem são possuídos.

Quando se age naturalmente não há problema porque cada um é valorizado pelo que é, e não pelo que possui do mundo ilusório. Às vezes aquele que possui muitos bens materiais não está preocupado com eles. É possível até que esteja desapegado de suas posses e as tem, simplesmente. O importante é não se preocupar com o que se possui ou não, e viver naturalmente..."

Fonte: Ser
           Sri Maha Krishna Swami

22/02/2013

SENTIR

Agora que a luz cai,
Vamos brincar
De estrelas azuis.
Desmanchando o passado
Que não foi.
O sonho que não sonhamos
É hora de vivermos.

É por isso que gosto
De não poder mais nada
Contra o tempo
Que não existe,
De saber unicamente
Esta aventura
Que é o reencontro.
Porque há sempre
Um sentir de ausência
Em cada mão que acena
Partindo ou chegando.

Ausento-me do corpo,
Da mente e dos sentidos.
Amo o que nunca vejo,
Só o que sinto...


Fonte: Maha Gita purusham do Bem-aventurado
           Sri Maha Krishna Swami
"...Quanto mais simples de coração for o homem, tanto mais coisas entenderá sem esforço, porque do Ser Supremo ele recebe a luz da inteligência. Não se distrai no meio das múltiplas ocupações porque faz tudo como ato de devoção, sem buscar em coisa alguma o seu próprio interesse. Sabe que nas sagradas escrituras deve buscar a verdade, não a eloquência. Sabe também que tudo o que é manifestado passa, mas que a Verdade permanece eternamente. Para aquele que procura a liberdade, não há outro caminho senão o conhecimento da verdadeira natureza do Ser Supremo.

Estando sintonizada com o Ser Supremo a pessoa sente fortaleza, aspiração, entusiasmo, energia e um espírito vivaz que a faz jovem, qualquer que seja a sua idade. Ela é meiga e ansiosa por servir, pronta para rir, feliz entre seus semelhantes. Mostra em si traços de pureza peculiar às crianças que não possuem aborrecimento algum, ansiedade ou sentimento de amargura contra ninguém. É amistosa para com todos, sem orgulho ou presunção, cultivando a atitude de associar-se a alguém, seja qual for sua classe, casta, nação ou raça. Seu coração é iluminado pela sabedoria. É feliz sobre todas as coisas e sob todas as condições. Não se importa com honras e responde ao insulto com um sorriso. À medida que essa pessoa prossegue mais além do transcendental, começa a mostrar os verdadeiros traços de bondade. Há nela uma tendência para apreciar todo ato bom de alguém, para admirar o bem, para simpatizar, tendência ao respeito, gratidão, paciência, felicidade..."

Fonte: Maha Yoga - O Caminho da Não-Dualidade
           Sri Maha Krishna Swami

21/02/2013

"...No coração espiritual do homem residem o princípio e o fim de todas as coisas. Cada um, independentemente do aspecto físico que recebe ao nascer, tem consciência, ainda que momentânea, de sua essência divina alheia à carne que lhe serve como veículo na manifestação. Essa essência é a origem de tudo, o criador imanifestado, o Ser. Não podemos conhecer intelectualmente o Ser que somos ou apenas acreditar nele. Devemos antes senti-lo. Nada pode tocá-lo. A chuva não pode molhá-lo e o fogo não o queima. Louvores ou insultos não o atingem e seu estado é de eterna bem-aventurança. O Ser é onipresente e não está em tempo nem em  lugar determinado. É como o raio, está aqui e além e em todas as partes. É como o vento que sopra mas ninguém sabe de onde vem.

Ser consciente da Verdade não tem nenhuma relação com o passado ou com o futuro. Passado é acúmulo de memória e o futuro é a projeção de desejos. Só existe o eterno presente, e é preciso que cada um faça o que deve fazer. Não se deve desanimar por qualquer razão nem desperdiçar um momento sequer distraindo-se com idéias fúteis. Não se deve viver esta vida contando com uma futura, porque ela pode não acontecer. Se o sentinela destacado para vigiar durante a noite negligencia e dorme por um só minuto, pode acontecer que neste minuto o inimigo o surpreenda. Por isso é preciso dedicar-se integralmente à hora presente.

Os homens devem escolher entre a vida e a morte. Vida é a consciência de sua real identidade, e morte é tudo o que não é vida. A morte consiste nisso: ignorância e inconsciência espiritual. Está morto aquele que se  considera separado do divino e se identifica com o corpo, a mente e os sentidos. Está morto aquele que crê em coisas externas e não em sua verdadeira essência. O homem deve auto-elaborar-se e, longe de destruir-se, unir-se ao Ser Eterno e Presente..."

Fonte: O Círculo de Luz
           Sri Maha Krishna Swami

20/02/2013

"...Discípulo: - Quais os sinais que indicam que estamos no caminho certo da conscientização espiritual?

Maha: - Você percebe que está no caminho certo quando praticar o bem mais do que já pratica; quando amar seu inimigo cada vez mais; quando possuir o controle sobre o corpo, mente e sentidos, não apenas quando você está bem, harmonizado; quando você começar a transmitir paz, serenidade, felicidade; quando não fizer mais o mal, apenas o bem; quando for tão simples quanto uma flor, ou um recém-nascido; quando olhar para seu semelhante, sendo ele bom ou mau e o considerar parte sua; quando um animal acercar-se pedindo um agrado e você entender sua linguagem; quando alguém se aproximar e lhe solicitar ajuda e você pedir aos Grandes Mestres que o ajudem.

O princípio do verdadeiro discípulo é vir a ser um exemplo de autoconscientização para todos os homens no transcurso de sua vida. Em todas as situações, a qualquer momento, ele responde às solicitações. Age exteriormente conforme a ocasião, de acordo com as circunstâncias, e fala a cada um na sua linguagem. Mantém-se no mesmo nível e, todavia, amplia a cada dia a consciência espiritual em si mesmo. Não condena nem critica os objetivos dos outros, por pequenos ou ridículos que possam parecer, pois sabe que qualquer objetivo da vida de uma pessoa é apenas um degrau que conduz adiante, se ela assim o desejar..."

Fonte - O Homem de Aquário - A Essência da Verdade
             Sri Maha Krishna Swami

18/02/2013

Harmonia consigo mesmo


 "Quando o homem quebra
Os laços do desejo,
E está em harmonia
Consigo mesmo,
Atingiu
A consciência divina.
Não é afetado
Nem pela adversidade,
Nem pela prosperidade:
Aniquila todos os desejos
E encontra em si mesmo
A perfeita felicidade.


Está isento de anseios,
Temores e cólera.
Permanece passivo
Em meio aos prazeres
E não tem apego
A coisa alguma.
E na paz, que é superior
A todo intelecto,
Ele encontra a libertação
De todas as aflições
E dores da vida."

Fonte: Maha Gita Purusham do Bem Aventurado
           Sri Maha Krishna Swami

17/02/2013

"...As virtudes divinas são simples e sem mistérios. Para vivê-las basta procurar o estado natural do Ser Supremo, basta procurar o estado tranquilo da mente pensante e dos sentidos. Alguns complicam muito esse estado de bem-aventurança, envolvendo-o em mistérios, apresentando-o de forma exótica, difícil demais para ser compreendida pelos homens. Quem assim age, não pode ser compreendido por quem dele necessita na jornada espiritual e torna-se inútil. Verdadeiramente útil é aquele que, pelo exemplo, pode, pouco a pouco, purificar o que é impuro. As virtudes divinas devem ser vividas de maneira natural. Nada no caminho da perfeição é complicado ou misterioso.

Grande parte dos homens vive através de um processo mecânico de repetir coisas, a que se dá o nome de vida, totalmente condicionada pela idéia da necessidade de acelerar o ritmo da existência, a fim de poder aumentar a parcela de bens materiais, adquirir novos conhecimentos, mais experiências inúteis. Esse, porém, é o motivo pelo qual o homem perde cada vez mais a consciência de sua essência, confiando seu bem-estar somente a coisas supérfluas, ignorando que as reais virtudes independem de tais fatores.

Buscar a auto-realização espiritual, conscientizar-se do divino que em essência sempre fomos é o objetivo da presente vida. Tudo o mais vem por acréscimo, como meio natural de subsistência. Essa é a lei natural. Essa é a maneira simples de viver de acordo com as sublimes virtudes. Quem é consciente disso não sofre, não se envolve com a falsa alegria, com coisas passageiras. Só o que é eterno vale a pena ser buscado. Só o que liberta deve ser vivido..."

Fonte: Verdade Suprema
            Sri Maha Krishna Swami

15/02/2013

AS BEM-AVENTURANÇAS


-Bem-aventurados os humildes de espírito, porque deles é o reino supremo.
-Bem-aventurados os mansos de coração, porque possuirão o universo.
-Bem-aventurados os que choram, porque serão consolados.
-Bem-aventurados os que têm fome e sede de justiça, porque serão fartos.
-Bem-aventurados os compassivos, porque alcançarão a suprema compaixão.
-Bem-aventurados os limpos de coração, porque sentirão o Divino Ser.
-Bem-aventurados os pacificadores, porque serão um com o Cristo universal.
-Bem-aventurados os que padecem perseguição por causa da justiça, porque deles é o reino supremo.
Sim! Bem-aventurados sereis quando vos injuriarem, vos perseguirem e, caluniosamente, disserem todo o  mal contra vós por meu respeito. Alegrai-vos, porque grande será a vossa recompensa.


Fonte: Planeta especial - maha ioga a verdade universal.
           Sri Maha Krishna Swami



"...Ao mergulhar fundo,
Pela meditação,
No lado direito do peito,
Entra-se em
Poderosa atitude silenciosa,
Onde os pensamentos desaparecem
E o estado de consciência
Surge então como
"Sou o Ser".

Quando o Ser brilha,
A escuridão desaparece.
A aflição cessa
E só o sentir da
Eterna paz permanece.

Esta é toda a Verdade,
Esta é a voz do Ser Supremo
Que fala através da
Intuição pura.

Se o homem quiser atingir a Verdade, está errado. Não se pode querer alcançar aquilo que já se é. Porém, para vivermos a Verdade que somos, necessitamos fazer um trabalho de auto-elaboração, de autoconscientização por causa dos grandes problemas que temos criado em nós mesmos. O ego, os sentidos e todos os aparatos do corpo físico, são uma criação mental, nada mais. Apesar de muitos considerarem o corpo físico como algo perfeito, não se pode acreditar nessa afirmação, já que o corpo nasce e morre e, portanto, é ilusório..."

Fonte: O Homem de Aquário - A Essência da Verdade
           Sri Maha Krishna Swami

12/02/2013

Fantasias

"A eternidade é agora no eterno presente. Os homens propõem o passado, acham que um futuro está vindo, simplesmente porque acumulam memória. Eles jamais sentirão o presente enquanto não renunciarem à idéia de passado e futuro, porque acumulam o passado inexistente. Do passado pensam vir. Eles não conseguem intuir a Verdade que manifestou o universo. Cultuam causas e efeitos no interminável ciclo de sofrimento, nos templos ortodoxos onde é heresia afirmar que a eternidade é agora. SMKS

...A fantasia pode ser um simples complexo, que poderá conduzir um homem comum a sofrimentos e até à autodestruição. Porém, alguém de influência, que está no poder político, se estiver tomado por fantasias, poderá fazer mal ao mundo todo. Se não se criassem as fantasias, não haveria problemas no mundo. Todo problema se estende porque se dá vazão à imaginação, à fantasia. Uma fantasia puxa outra e assim se dá início a um ciclo de sofrimentos. Chega um momento em que a pessoa perde sua própria identidade como ser equilibrado, pois fica possuída por essa ilusão, por essa fantasia, e torna-se difícil restabelecer o equilíbrio. Trata-se de um "nó" que aconteceu no campo mental, num momento determinado; algo que foi considerado importante. Esse algo é importante só para a pessoa, particularmente, e para mais ninguém. Como ela não sabe onde está esse "nó" mental, prefere ficar com o problema e assim nasce o apego ao sofrimento. Envolve-se, então, em ciclos imensos de sofrimentos sem saber quem é, o que faz. Todo o seu aparato psíquico fica desarmonizado, desorganizado, e assim torna-se um doente.

As fantasias, quando transformadas em "nós" bastante fortes, podem tomar dois caminhos: somatizam-se em doenças físicas, que podem ir de um simples resfriado a um câncer, ou tornam-se doenças mentais, como neurose, psicose, esquizofrenia, paranóia, histeria. As primeiras, isto é, as doenças somatizadas, são preferíveis à segundas, pois o sofrimento físico é menor que o mental e mais facilmente curado, uma vez detectado a causa..."

Fonte: Ser
            Sri Maha Krishna Swami

08/02/2013













"Os atos dos homens tornam-se maus por dez razões e, evitando-se essas dez razões, tornam-se bons; Há três males do corpo, quatro males da língua e três males da mente. Os males do corpo são: homicício, roubo e adultério; da língua: mentira, calúnia, abuso e conversa frívola; da mente: cobiça, ódio e erro. Para se evitar esses dez males é preciso:

a) Não matar; ao contrário, respeitar a vida.
b) Não roubar, ao invés disso ajudar a todos a serem mestres dos frutos de seus trabalhos.
c) Abster-se da impureza e viver uma vida de castidade.
d) Não mentir e sim dizer sempre a verdade com discrição, destemidamente e com o coração puro.
e) Não criar más informações nem as repetir. Não criticar, mas antes olhar para os traços bons dos semelhantes para que, com sinceridade, possa defendê-los contra inimigos.
f) Não jurar. Falar decentemente e com dignidade.
g) Não desperdiçar o tempo com conversas frívolas. Deter-se ao fim determinado ou então manter silêncio.
h) Não cobiçar nem invejar.
i) Purificar-se da malícia e não alimentar ódio contra quem quer que seja; ao contrário, cultivar o Amor Universal por todos os seres.
j) Libertar-se da ignorância espiritual seguindo sempre o caminho da Auto-Realização."

Fonte: Verdade Suprema - Maha Yoga
           Sri Maha Krishna Swami

07/02/2013



"... A tríade - cobiça, ira e tolice - é chamada de os três fogos do mundo. A cobiça consome aqueles que perdem o bom senso no querer possuir as coisas do mundo; a ira consome aqueles que perderam o bom discernimento e vivem no ódio; a tolice consome aqueles que deixam de praticar os sagrados ensinamentos de libertação.

A cobiça surge em virtude da satisfação, a ira por causa da insatisfação; a tolice é o fruto da corrente constante de pensamentos. O homem pode transcender estas expressões pondo em prática os sagrados ensinamentos do Mestre. Quando se está pleno no caminho espiritual, não há lugar para as paixões mundanas fazerem ninho.

A cobiça, a ira e a tolice são como a febre. Se um homem estiver com essa febre, será atormentado pela insônia, mesmo estando em um quarto confortável. A cobiça, a ira e a tolice são, portanto, a fonte de todas as aflições humanas. Para se livrar dessa fonte de aflição, deve-se praticar a meditação iniciática e a devoção suprema ensinadas pelo Mestre..."

Fonte: Maha Yoga - O Caminho da Não-dualidade
           Sri Maha Krishna Swami

05/02/2013

"...A felicidade perfeita não haverá de visitar-nos amanhã a menos que nossos corações repousem hoje nela. Não há paz futura que não esteja oculta no fugaz momento presente. Às vezes, sente-se que a felicidade está sendo escurecida pelo próprio mundo. Mas a tristeza não é senão uma nuvem escura. Atrás dela, ao nosso alcance, está a felicidade perfeita. Podemos vivê-la se soubermos sentir e conhecer o Ser Supremo. E para isso é necessário manter-se em silêncio, meditar e devocionar.

O Ser é eternamente bondoso e de amor sem fim, mas julgamos pelo aspecto externo os dons que ele nos doa. Em tudo o que existe está sempre o Supremo e Divino Ser. Apresse-se em sentir a presença do Ser Supremo. Liberte as veias do curso do sangue. Entreabra os olhos e deixe entrar a Luz. Procure a sua essência em si mesmo e depois tome consciência do seu próprio Ser.

Enquanto o homem não eliminar a mente pensante, a felicidade que ele poderá sentir será apenas comparada à luz fraca da Lua que passa através da densa folhagem de uma árvore e ilumina o chão, mas a felicidade do estado natural de meditação é igual à luz do Sol que bate, sem obstáculos em campo aberto."

Fonte: O Homem de Aquário - A Essência da Verdade
           Sri Maha Krishna Swami

03/02/2013

"Há um pássaro que canta
 No peito de cada homem
 E de cada mulher.

 Poucos conseguem vê-lo:
 Sua cor jamais perdem o brilho,
 Sua figura é sem forma
 Ele vive sob a proteção de Nam.
 Sempre que é permitido, ele voa,
 Porém, não se sabe de onde vem
 Ou para onde vai.

 Muitos tentam prender o pássaro,
 Fazê-lo calar na noite da inconsciência,
 Mas mesmo a noite mais longa
 É seguida pelo alvorecer.

 Liberte o peito da amarras inexistentes,
 Estenda os braços para o azul infinito
 E devocione o Som Sagrado.
 Voe com a doce Param Bhakti
 E experimente a liberdade
 De ser apenas o Ser.

"O discípulo deve ver na mulher
 O aspecto da Essência Divina
 E a mulher por sua vez deve ver
  No homem o aspecto
  Do Divino Ser Universal.
  Devem amar-se
  Universalmente uns aos outros..."



   Fonte: O Círculo de Luz
              Sri Maha Krishna Swami

02/02/2013

Frutos

"A auto-segurança
Fortalece
A compreensão
Da realidade do eterno.

A devoção
Enfraquece
A crença
No ego profano
E diminui
A importância
Que lhe conferimos.

O amor
Na sua essência
Conduz
Ao total desapego
Do mundo profano.

A caridade
Nega o egoísmo,
Na prática,
E assemelha-se
Ao fruto
Da compaixão.

Fonte: Maha Gita Purusham do Bem-aventurado
           Sri Maha Krishna Swami

01/02/2013

AMOR, A ENERGIA CÓSMICA


O amor é paciente, o amor é gentil. Não conhece a inveja, não faz o mal, não conhece o orgulho. O amor não é brusco nem egoísta. É lento em enfurecer-se, não imagina maldade, não se regozija com a injustiça e sim se deleita com a justiça. O amor defende tudo, o amor crê em tudo, o amor espera tudo, o amor supera tudo, nunca se esgota. Os idiomas cessam e o conhecimento se desvanece, mas o amor continua eternamente.

         Incontável é a história do amor supremo.
         Um conto que não pode ser narrado.
         Apenas sentido.
         Ele é a doçura do homem simples,
         Que come e sorri silenciosamente.
       
          Sem terra e sem semente
          Cresce a árvore do amor supremo.
          Uma árvore carregada de frutas saborosas
          Que todos podem saborear.

          Quando se silencia a mente
          E o coração se preenche de compaixão,
          Surge o amor como uma luz brilhante,
          Que varre a escuridão do sofrimento.

          A lição do amor não se aprende apenas
          Pelo esforço próprio.
          É também necessária a graça do Sat Guru,
          Pois o Sat Guru é a personificação das virtudes,
          É o amor que sustenta a criação.

Fonte: O Círculo de Luz
           Sri Maha Krishna Swami