30/08/2015

A GRANDE TRANSFORMAÇÃO

Ai daqueles que escrevem as Leis Supremas e transgridem-nas, que vivem na vaidade, na luxúria, que se corrompem fazendo o mal, que não têm a visão reta, o bom discernimento, pois são rebeldes e mentirosos.

Ai daqueles que constroem casas sobre casas até que não haja nenhum lugar onde o homem possa ficar só no meio desta Terra.

Ai daqueles que não mantêm as leis sagradas, que atraem o mal e não fazem o bem, que deixam de lado os que precisam de ajuda espiritual.

Ai daqueles que se julgam poderosos, pois a Lei Suprema virá e ajuntará todos eles como prisioneiros e os levará embora, pois estão cheios de podridão e sujeira. Aqueles que se autolouvam e levantam monumentos a si mesmo serão levados para baixo. Aqueles que são vaidosos serão humilhados.

Ai daqueles que matam os rios e semeiam a desarmonia no céu e na terra, onde os peixes se deterioram e os pássaros explodem em sangue e pólvora.

Ai daqueles que desfiguram a paisagem, destruidores de ninhos, torturadores de plantas.

Ai daqueles que destroem tudo o que vive, que vomitam fumaça negra e arrebatam aos seres da Terra o direito ao ar puro, à água cristalina e ao silêncio.


Fonte: livro - O Consolador
                      Sri Maha Kishna Swami

21/08/2015

"...Há pessoas  que dizem não precisarem meditar porque já amam seus semelhantes. Mas, será que realmente amam os seus inimigos? Amar o amigo, todo mundo o faz. Porém, quando ficam irritados, brigam entre si. Entre os melhores amigo até se matam. Muitos até dizem que matam por amor. Amar o amigo é fácil, mas amar o inimigo é que é bom, porque isso nos faz neutros, fortes, faz-nos realizar o trabalho sem contaminação. O ódio do ego profano é cruel, mas a Força Suprema pode transformar o ódio dos homens em amor, em compaixão e em boa vontade. A compaixão é tão grande quanto o universo. O conselho do Mestre Jesus é que todos amem os que desejam fazer o mal, pois o amor universal purifica. Os puros de coração não acusam, nunca querem ocultar suas culpas com falsa piedade e não molestam os que vivem a Verdade Suprema.

Amem seus inimigos, desejam tudo de bom para eles e mesmo para aqueles que os perseguem.  Quem ofende é o ego profano e quem se ofende também é o ego profano. O ego não é a Verdade. O Ser Supremo é a Verdade e faz nascer o Sol sobre os justos e os injustos. Meditem, devocionem e assumam a sua verdadeira identidade, a divina. Unam-se com o Cristo. Só assim haverá paz e poderá ser sentido o amor supremo. Se se amar somente aqueles considerados amigos, denota apenas que o conhecimento do amor é puramente emocional. Esse amor não é real e nada tem a ver com o amor divino. Amar a nível mental e emocional não tem nada essencial, pois os profanos fazem isso todos os dias e estão em total desarmonia.

Devemos elaborar-nos, entrar em harmonia com o nosso mundo, com o nosso semelhante que estás em nós. É preciso conciliarmo-nos conosco mesmos e posteriormente teremos harmonia com os outros, automaticamente. Transmitiremos a paz mesmo que os que nos cercam nem a queiram. O nosso semelhantes somos nós mesmos. Não adianta querer conciliarmo-nos com as pessoas, abraçá-las, dizer que as amamos e quando viramos-lhes as costas estarmos odiando da mesma maneira. É preciso meditar, devocionar, orar, vigiar e tudo será transformado.

O mundo interno deverá ser transformado e assim o homem será capaz de amar de verdade, sem necessidade de demonstrações exteriores. Quem muito abraça e pede perdão assim age porque tem a consciência pesada. E quem está nessa situação é melhor que tire o peso da cabeça e não fique abraçando, colocando mais peso ainda nos outros. Deve-se amar a todos sem exceção porque de ódio o mundo está cheio. Nunca se deve rejeitar o ódio com ódio, mas sim com o amor, porque toda missão de qualquer Mestre tem como base a compaixão e o amor supremo.


Fonte: Livro Ser
           Sri Maha Krishna Swami

08/08/2015

O Consolador Prometido

Passei num orbe do infinito, recolhendo frutos de uma estação inexistente. Enquanto muitos eram chamados e poucos os escolhidos. Enquanto muitos eram chamados e poucos os que ouviram. Enquanto muitos eram chamados e poucos os que entraram. Porque tendo ouvidos não ouviram, tendo olhos não enxergaram, tendo coração não sentiram e tendo pés não andaram.




Fonte: livro - O Consolador
                       Sri Maha Krishna Swami

01/08/2015

AS BEM-AVENTURANÇAS

Bem-aventurado é o Divino Ser
Que, de Força Cristica,
Impregna toda a manifestção,
Especialmente
O Sublime Maha Deva do Sol
Que é radiante, e que,
Com grande esplendor,
Ilumina, purifica e harmoniza
A todos os seres do universo.

Bem-aventurado é no Divino Ser
Pelo Maha Deva da Terra
Que produz variados frutos,
Coloridas flores e ervas,
E que acolhe a todos os seres
Doando a cada um
A força que alimenta
E a devoção que enternece.


Bem-aventurado é o Divino Ser
Pelo Maha Deva de Todas as Águas,
As quais são úteis, humildes e sutis
E podem acalmar a sede
E refrescar o semelhante exausto
Que a elas recorre.

Bem-aventurado é o Divino Ser 
Pelo Maha Deva do Ar
Que doa a vida 
A todos os seres da Terra
E purifica
Todos os sistemas do corpo ativo,
Permitindo que vivamos
Em perfeita paz
E que, com grande harmonia
E humildade no coração,
Possamos agradecer
As virtudes divinas e devocionar
À suprema manifestação.

Bem-aventurado é o Divino Ser
Pelo fogo que,
Na ausência do Sol,
Ilumina a noite e nos purifica
Porque ele também
Provém da Força Solar
E simboliza o Fogo Sagrado.

Bem-aventurado é o Divino Ser
Pela manifestação da Lua,
Das estrelas e das nuvens
Que são luminosas,
Cintilantes e belas.

Bem-aventurado é o Divino Ser
Pelo Maha Deva que doa a vida
No veículo físico,
E o transforma nun templo
Onde poderá brilhar a Eterna Luz,
Para que vivamos conscientes
Da verdade Absoluta
E possamos nos tornar
Um instrumento perfeito
Da paz suprema. 


Fonte: livro- Maha Gita purusham do Bem-aventurado
                     Sri Maha Krishna Swami