30/08/2016

OS SEMEADORES DE DESARMONIAS.

Ai daqueles que matam os rios
E que semeiam a desarmonia no céu e na terra,
Onde os peixes se deterioram
E os pássaros explodem em sangue e pólvora!

Ai daqueles que desfiguram a paisagem,
Semeadores de desertos
Inconscientes perigosos
Destruidores de ninhos
Torturadores de plantas!

Ai daqueles que destroem tudo o que vivem,
Que vomitam fumaça negra,
E arrebatam aos seres da Terra
O direito ao ar puro,
À água pura, cristalina,
E o direito ao silêncio!

Todo o mal caírá sobre aqueles 
Que transformam a comunidade calma e tranquila 
Num lugar de desordem e angústia.
Todo mal cairá sobre aqueles 
Que poluem o ar,
Que poluem a água,
Que poluem os veículos de evolução,
Que destroem o corpo,
O fluir natural da pureza,
O bem de todos
E a paz comum e o aconchego da comunidade.
A ternura dos campos,
A limpidez das cachoeiras
E o brilho das estrelas!



Sri Maha Krishna Swami

28/08/2016





 Jesus veio a Terra trazer o conhecimento da Verdade Eterna, mas poucos se interessaram em conservarem-se fiéis a essa Verdade. Ao invés de mostrarem à humanidade  um caminho de autolibertação transformaram os ensinamentos do Mestre em interesses próprios, criando no povo a superstição, o medo e a distância da Verdade Eterna e prometendo a salvação por indulgências ou simplesmente por aceitar o Cristo como Salvador, mas  nada fazendo para a própria evolução espiritual.

Os sagrados ensinamentos do Cristo também foram transformados numa infinidade de religiões organizadas, mas tanto aquele que os ensina como aquele que os aprende são mutuamente vítima da inconsciência espiritual, pois todas essas religiões têm sempre a mesma história para contar: a ocasião do nascimento e morte de um grande instrutor, confundindo e esquecendo a Verdade Divina que se manifesta através dos Avatares. Mas as  histórias não possuem valor algum. Elas somente são importantes para as pessoas apegadas a fatos e coisas do passado. Entretanto, o passado e o futuro não existem. É como olhar para o retrovisor de um automóvel enquanto se dirige para frente. De acordo com as Leis Universais, os elementos de que é composta a história chegam a ser ridículos...

Budha retirou-se para a floresta, entretanto em meditação profunda. Descobriu um caminha para  que  os homens se libertassem do sofrimento, da miséria, das doenças, do desejo, da fome. Quando ele tornou-se consciente da Verdade Suprema, esforçou-se em transmiti-la aos homens, mas mesmo antes de ele deixar o corpo físico, seus ensinamentos já começaram a ser alterados e distorcidos. Logo após seu desencarne, codificaram uma religião baseada no que se supõe ter sido dito por Budha e na suposta significação de seus ensinamentos. Então, sem entender o que o Mestre tinha dito, começaram a fundar seitas e subseitas por todo o Oriente, cada uma proclamando ser dona dos  imaculados ensinamentos do Budha.

 Essas religiões organizadas não suportaram os ensinamentos  dos verdadeiros Mestres e tentaram rapidamente fantasiar a essência verdadeira dos rituais sagrados e adaptar os ensinamentos. Elas não negam que os Mestres são encarnações da Verdade Divina, mas fazem comércio em nome deles e de seus ensinamentos, transformando tudo aquilo que é sagrado quase numa organização política. São equiparadas por seus representantes com um governo, administração e leis de todos os tipos, necessárias de acordo com seus interesses pessoais e materiais. Credos, dogmas, regulamentos, ritos e cerimônias são impostos a seus adeptos, sem escrúpulos e como sendo o certo. Chegam a propor métodos para perdão dos chamados pecados quando, na verdade, não existe nem o pecado nem o perdão e sim a Lei de Causas e  Efeitos. Fazem propostas aos Mestres oferecendo até sacrifícios em troca de graças alcançadas. As pessoas que seguem as religiões acreditam que o simples fato de reconhecerem o que fizeram de errado torna-as isenta de qualquer culpa e, o que é mais incrível, é permiti-lhes que incorram sempre no mesmo erro, ou em piores, e o caminho do "perdão" lhes está sempre aberto.


A Lei da natureza é bem clara. O que se planta, colhe-se. A natureza não possui exceção e o homem, como parte integrante, não é caso à parte. Também ele está sujeito a tais leis.



Fonte:  livro - Verdade Suprema
                        Sri Maha Krishna Swami.

16/08/2016


"...Tudo o que os homens da Terra chamam de civilização, trouxe-lhes grandes problemas. Tudo o que eles chamam de riqueza, colocou-os em desarmonia. O que parece ser civilizado, não o é; os valores foram invertidos pelo próprio homem.

Os reinos da natureza são harmonizados, pois vivem no estado natural de evolução. Os Índios, que são chamados de primitivos, é que são harmonizados. Eles é que são evoluídos. O homem que o ataca é que é primitivo, demonstrando com isso que não tem evolução alguma. Quando o homem destrói sem discriminação os animais, quem é mais evoluído: aquele que mata ou aquele que é vítima?

Há uma grande Consciência Universal e nós somos essa Consciência. A grande Consciência que fala, a grande Consciência que age, a grande Consciência que é responsável por tudo. Em todo lugar, em cada coisa, objeto, existe a harmonia. Cada flor, cada árvore, cada pássaro é uma manifestação de harmonia. Cada som, cada gota d'água, cada pessoa, é uma manifestação de harmonia 

Os seres desse plano devem aprender a entrar em harmonia. Eles estão aqui para aprender e entrar em harmonia. Os homens aprendem a usar sua vontade, mas de início agem como crianças sem coordenação. Apontam suas vontades às vezes em direções erradas, buscando coisas  materiais, coisas passageiras, até que um dia entram em harmonia total e assim passam agir corretamente. Alguém só age corretamente quando está em harmonia com a Consciência Universal, com a Consciência Cósmica. A sua ação só é correta se houver harmonia. Dentro de cada coisa existem as Leis Cósmicas. Uma plantinha está repleta de leis. Ela sabe quando deve germinar, quando deve crescer, e assim cada célula, cada átamo é repleto de Lei Cósmica.

A Lei esta dentro de cada pessoa. Cada pessoa sabe quando age certo e quando age errado. Quando alguém age em harmonia, de acordo com a Harmonia Universal, sente grande bem-estar, grande sensação de paz, mas quando age com desarmonia, é invadido por grande sensação de mal-estar, porque as Leis dentro dele apontam: isso foi errado, isso não deve ser feito.



Fonte: livro- Verdade Suprema
                      Sri Maha Krishna Swami