30/09/2016

"...Toda discriminação será banida da face da Terra, porque a mulher é igual ao homem, e ambos são divinos em essência. Todos são iguais perante a Divina Consciência: o servo tem o mesmo valor que o senhor. Os compassivos serão elevados, os mansos de coração alcançarão paz. Essa sabedoria é que rege a harmonia do cosmo e que dirige o karma. Também envia a palavra de paz em meio a todas as humilhações, em meio a todos os sofrimentos e em meio a todas as torturas do mundo dos inconscientes..." 







Fonte: livro - Palavras de Sabedoria
                       Sri Maha Krishna Swami

24/09/2016

O poder adquirido na vida por esforços exteriores, por maior que pareça no momento, demonstra-se fatal, pois um homem com a intoxicação do poder exterior é contrário ao cultivo das virtudes divinas em si mesmo. Encontra-se na dependência do domínio que não lhe pertence e um dia torna-se vítima do próprio domínio que possui. Enquanto o homem lutar pelo poder, sempre haverá um desapontamento, porque só encontrará a limitação.




Fonte: - livreto - Palavras de Sabedoria
                            Sri Maha Crishna Swami.

10/09/2016




 Jesus veio a Terra trazer o conhecimento da Verdade Eterna, mas poucos se interessaram em conservarem-se fiéis a essa Verdade. Ao invés de mostrarem à humanidade  um caminho de autolibertação transformaram os ensinamentos do Mestre em interesses próprios, criando no povo a superstição, o medo e a distância da Verdade Eterna e prometendo a salvação por indulgências ou simplesmente por aceitar o Cristo como Salvador, mas  nada fazendo para a própria evolução espiritual.

Os sagrados ensinamentos do Cristo também foram transformados numa infinidade de religiões organizadas, mas tanto aquele que os ensina como aquele que os aprende são mutuamente vítima da inconsciência espiritual, pois todas essas religiões têm sempre a mesma história para contar: a ocasião do nascimento e morte de um grande instrutor, confundindo e esquecendo a Verdade Divina que se manifesta através dos Avatares. Mas as  histórias não possuem valor algum. Elas somente são importantes para as pessoas apegadas a fatos e coisas do passado. Entretanto, o passado e o futuro não existem. É como olhar para o retrovisor de um automóvel enquanto se dirige para frente. De acordo com as Leis Universais, os elementos de que é composta a história chegam a ser ridículos...

Budha retirou-se para a floresta, entretanto em meditação profunda. Descobriu um caminha para  que  os homens se libertassem do sofrimento, da miséria, das doenças, do desejo, da fome. Quando ele tornou-se consciente da Verdade Suprema, esforçou-se em transmiti-la aos homens, mas mesmo antes de ele deixar o corpo físico, seus ensinamentos já começaram a ser alterados e distorcidos. Logo após seu desencarne, codificaram uma religião baseada no que se supõe ter sido dito por Budha e na suposta significação de seus ensinamentos. Então, sem entender o que o Mestre tinha dito, começaram a fundar seitas e subseitas por todo o Oriente, cada uma proclamando ser dona dos  imaculados ensinamentos do Budha.

 Essas religiões organizadas não suportaram os ensinamentos  dos verdadeiros Mestres e tentaram rapidamente fantasiar a essência verdadeira dos rituais sagrados e adaptar os ensinamentos. Elas não negam que os Mestres são encarnações da Verdade Divina, mas fazem comércio em nome deles e de seus ensinamentos, transformando tudo aquilo que é sagrado quase numa organização política. São equiparadas por seus representantes com um governo, administração e leis de todos os tipos, necessárias de acordo com seus interesses pessoais e materiais. Credos, dogmas, regulamentos, ritos e cerimônias são impostos a seus adeptos, sem escrúpulos e como sendo o certo. Chegam a propor métodos para perdão dos chamados pecados quando, na verdade, não existe nem o pecado nem o perdão e sim a Lei de Causas e  Efeitos. Fazem propostas aos Mestres oferecendo até sacrifícios em troca de graças alcançadas. As pessoas que seguem as religiões acreditam que o simples fato de reconhecerem o que fizeram de errado torna-as isenta de qualquer culpa e, o que é mais incrível, é permiti-lhes que incorram sempre no mesmo erro, ou em piores, e o caminho do "perdão" lhes está sempre aberto.

A Lei da natureza é bem clara. O que se planta, colhe-se. A natureza não possui exceção e o homem, como parte integrante, não é caso à parte. Também ele está sujeito a tais leis.



Fonte:  livro - Verdade Suprema
                        Sri Maha Krishna Swami.